publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 21 Abril , 2011, 09:47

Questões de ordem particular estarão na origem de três demissões de Membros da Mesa Administrativa da Santa Casa de Misericórdia.

 

Não havendo assim condições para o normal funcionamento da Santa Casa, o Provedor, Nuno Espinal, terá comunicado com a Presidente da Mesa da Assembleia Geral, Margarida Figueiredo, no sentido de ser desenvolvido o normal processamento para a ocorrência de eleições para os Órgãos Sociais da Instituição.

 

AGA


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 20 Abril , 2011, 10:50

 

Se não formos nós a defendê-lo quem é que o vai defender?

Foi com estas palavras que um vilacovense se referia ao bucho de Vila Cova, reagindo a tentativas que vão ganhando expressão por parte de quem pretende trazer para a ribalta buchos rotulados de nomes artificialmente criados, em prol de interesses locais e empresariais.

É altura de unir esforços e resguardar o nome de um produto, nome esse criado pelo próprio povo do concelho, quando vinha de propósito a Vila Cova apreciar em antigas tabernas um bucho que pela qualidade, ingredientes e modo de confeção utilizados, ganhou fama e apreço populares.

É nesse sentido que a Junta de Freguesia vai dedicar, na sua Feira de Labores e Sabores, um dia de evocação do Bucho de Vila Cova. Trata-se de Sábado, dia 28 de Maio, estando previstas algumas ações que pretendem afirmar, em especial junto de forasteiros, a qualidade e mérito deste nosso tão apreciado bucho. O Bucho de Vila Cova.   

 

Nuno Espinal


publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 19 Abril , 2011, 09:49

 

Por não poder estar presente no jogo que o Vilacovense disputou em Paradela, a crónica sobre esta partida foi integralmente escrita por Fábio Leitão, de resto habitual colaborador do Miradouro, no envio das fichas técnicas dos jogos da nossa equipa.

Um obrigado ao Fábio Leitão pela sua colaboração e disponibilidade.

 

Nuno Espinal

 

Paradela 4  Vilacovense 2

 

Constituição da equipa:

 

Guarda Redes: Rui Lourenço

Defesas: Fábio (António Nunes aos 70 min.); Wilson; António Cruz (cap), Kikas e Nelson Amaral;

Médios: Pedro (Bruno Santos aos 66 min.); Paulo Ribeiro; Gonçalo Sérgio e Tiago Fernandes

Avançado: Rui Mota (Diogo Godinho aos 63 min.)

 

Treinador: Carlos Gomes

 

O nosso primeiro golo foi marcado por Paulo Ribeiro e o segundo resultou de auto golo na sequência de um pontapé de canto marcado por Gonçalo.

Jogo sem aparente motivação para os jogadores do Vilacovense e também adeptos, já que a classificação estava previamente definida. Mesmo assim, os jogadores lutaram com total empenhamento, demonstrando um grande orgulho em representar o Vilacovense.

Bom jogo de futebol, disciplinado e com a arbitragem em plano bastante razoável.

Termina, assim, a época para o Vilacovense deste torneio Inatel 2010/2011, em que os finalistas por Coimbra são o Paradela e o Praia de Leirosa.

Aos jogadores do Vilacovense um caloroso muito obrigado por tudo o que fizeram, até porque foram campeões de série.

Em nome da comissão de gestão do GD Vilacovense agradecemos ao Miradouro, na pessoa Dr. Nuno, pelo permanente acompanhamento da equipa e divulgação de todos os seus resultados.

 

Fábio Leitão

 

 

 

 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 18 Abril , 2011, 11:26

 

 

Como é da tradição, realizou-se ontem a procissão de Domingo de Ramos, que percorreu parte da estrada que atravessa Vila Cova e toda a Rua Direita, tendo terminado na Igreja Matriz onde, então, foi rezada Missa. A procissão foi precedida, no átrio da Igreja do Convento, de uma breve cerimónia religiosa, na qual os ramos de loureiro foram benzidos pelo Padre Cintra.

O Domingo de Ramos é a festa litúrgica que celebra a entrada de Jesus na cidade e Jerusalém. Neste dia são comuns procissões em que os fiéis levam consigo ramos de loureiro, ou oliveira, ou palmeira, o que originou o nome da celebração. Segundo os Evangelhos, Jesus foi para Jerusalém para celebrar a Páscoa Judaica com os discípulos. Entrou na cidade como um Rei, mas sentado num jumentinho - o símbolo da humildade - e foi aclamado pela população como o Messias, o Rei de Israel.

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 17 Abril , 2011, 18:19

Crónica mais tarde


publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 17 Abril , 2011, 13:25

 

Mais um “escrito” a que Nuno Mata deu estampa. Intitula-se de “Coja a Coja” , com o subtítulo “roteiro de visita”. De fácil porte e manuseamento, é um roteiro, como o próprio autor escreve, com duas propostas de visita: a serra e o rio.

Claro, percebe-se que o livro pisca o olho ao turista. Daí que só ganhemos em adquiri-lo. Porque na nossa região, pelo muito que há a ver (e a saber) seremos sempre eternos turistas.  “Seja em direcção à Serra do Açor ou nas suas faldas, nas pequenas ínsuas ou veigas, tomando o Alva como companheiro de viagem ou percorrendo as memórias históricas ainda presentes, de “Coja a Coja” vai conduzi-lo por uma região onde os mais pequenos detalhes arquitectónicos são como um grão de areia: sozinho não faz uma praia, mas sem ele não existiria praia…”

Neste livrinho Vila Cova, como não poderia deixar de ser, está presente e bem presente. Nada mais nada menos que sete ilustrações (desenhos de Nuno Mata) e uma bem elaborada resenha escrita a documentarem o peso de história e arquitetura.

Tenho então já decidido: vou dedicar aí uns dois ou três dias a este sugerido “roteiro de visita”. Com uma ressalva. Em vez de Coja a Coja altero-o para de Vila Cova a Vila Cova. E com um acrescento: Coja incluída no roteiro, aproveitando uma anterior sugestão em livro de Nuno Mata.

Sem pressas, o carro vou puxá-lo serra acima e deslizá-lo pelas margens do Alva…

 

Nuno Espinal


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 15 Abril , 2011, 21:33

publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 14 Abril , 2011, 22:10

Nuno, fiquei muito feliz ao ler a tua postagem no blogue. Gostei sobretudo do “som” da carta a rasgar… Um “som” que devia ser ouvido por toda a terra que tens representado e divulgado com o maior respeito, dedicação e carinho!

Após todas as conversas que temos tido, e não pensando em ti (querias uma vida calma, eu sei…), seria da maior inconveniência para as instituições em que estás envolvido, a tua saída, por muitas e variadas razões.

Todos temos a nossa forma de pensar, a nossa maneira de agir, a nossa liberdade ideológica… Não somos todos formatados e ainda bem, pois assim podemos falar, discutir, interagir e respeitarmo-nos. É por isso que existem grupos de trabalho e não posições individuais.

É esse respeito por cada um de nós, que me parece que falha na maioria das situações. A preocupação com “o outro” no mau sentido da palavra, a difamação, a imposição do seu ponto de vista…

Entristece-me pensar que, sendo tão poucos na aldeia, não se consiga a união focalizando-se nos problemas a resolver que me parecem ser suficientes…e sempre tentando encontrar a imperfeição no trabalho feito!

Atrevo-me a fazer um apelo a todos os Vilacovenses para que falem nos sítios e nos momentos correctos, participem nas Assembleias das Instituições, exponham os seus problemas, as suas dúvidas, sejam positivos nas suas intervenções mas não façam do seu dia-a-dia um acumular de ditos e mal entendidos que só acarreta mal-estar para os que voluntariamente se dedicam às causas dos que menos podem.

Nuno, tens o meu apoio por pequeno que ele seja…

 

Margarida Figueiredo


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 14 Abril , 2011, 19:47

publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 14 Abril , 2011, 19:34

A circulação de um troço da estrada Barril/Coja, que esteve com passagem condicionada durante vários meses, já se encontra normalizada, após os trabalhos finais de alcatroamento.

Uma boa notícia já que aquela estrada é frequentemente utilizada pelos vilacovenses que se dirigem ou para Coja, ou para Arganil. ou para Coimbra.


comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Abril 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

16


25


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds