publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 16 Fevereiro , 2011, 05:16

 

A II Mostra de Sabores e Lavores, ainda em alvores de projecto, será, tal como a I Mostra, uma manifestação da arte popular, no que de mais genuíno emerge dos saberes da nossa gente.

Evocar-se-á a tradição, evocar-se-á o passado.

Embrenhado em um encadeamento de imagens suscitadas pela recordação de acontecimentos festivos de outros tempos, em que a simplicidade e o cunho popular dominavam, detive-me numa foto com cerca de cinquenta e cinco anos, que retrata um cortejo em que carros de bois transportavam painéis, decorados com o gosto e a imaginação de uns tantos, pejados de notas de escudos e contos de reis, arrecadadas de uma subscrição a favor do arranjo do telhado da Matriz.

Os carros de bois, ornados com flores de papel e outros enfeites coloridos, eram representativos de cada um dos bairros de Vila Cova. O de S. Sebastião era antecedido por uma frente formada por quatro gentis jovens, cada uma a exibir uma faixa, a tornear-lhe o tronco, com uma palavra escrita, cujo conjunto dizia: Bairro De São Sebastião.

Jovens e divertidas como eram, galhofaram a situação durante tempos, chamando-se umas às outras com a respectiva palavra exibida nas faixas: “Ó Bairro!”, “Ó De!”, “Ó São!”, “Ó Sebastião!”.

Hoje são todas veneráveis avós e a má qualidade da foto e os anos passados pouco ajudariam a identificá-las uma a uma, não fosse esse reconhecimento ter perdurado desde então.

Eis os seus nomes: Dª Judite Ribeiro Mota, residente em Vila Cova, Dª Ercília Simões, residente em Lisboa, habitual visitante de Vila Cova, Dra. Zaida Fonseca, médica em Abrantes e Dª Lúcia Trindade, residente no Algarve.

Mostrei a foto a uma idosa do Centro de Dia. Relembrou histórias antigas, reviveu saudades.

E, já com uma lagrimazita ao canto do olho, rematou: “Que saudades das festas antigas! Era tudo tão simples e tão lindo!...”

 

Nuno Espinal

(Obrigado à Dra. Dalila Pina pela foto)

 


comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Fevereiro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9

18


28


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds