publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 02 Janeiro , 2011, 08:47

Não havia ninguém que não evitasse uma espontânea gargalhada quando o “ad-hoc“ grupo trovador soltava a sua rima de pedido de janeiras, com apoio no som de umas cordas de guitarra pisadas ao Deus dará e um pífaro a emitir uma grotesca e bem caçada frase musical.

Tiveram piada estes cinco jovens trovadores, que foram bem uma nota de graça neste pacato primeiro dia do ano, na nossa cada vez mais pacata Vila Cova.

Deram-nos a sua musiquita das janeiras e como paga receberam uns “euritos”, com que pretendem comprar um barco de borracha para no Verão darem uns refrescantes passeios nas águas do Alva.  

Como tudo está bem diferente na intenção do pedido e no conteúdo e substância do donativo das janeiras!

E depois? O espírito dos tempos é soberano, com a óbvia mudança dos procedimentos. E ademais, na sua essência, permanece a tradição.

 

Nuno Espinal


comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Janeiro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
14

16
18
22

24
29



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds