publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 18 Outubro , 2010, 09:29

Muitos foram os adeptos que se deslocaram ao campo João Rafael Abranches de Figueiredo a fim de avaliarem o novo “Vilacovense”, recentemente forjado em condições um tanto atribuladas. Do adversário, a equipa de Lourosa, dizia-se que se tinha adquirido bons reforços e que, esta época, seria uma séria candidata a lugares de topo.  

Mas o jogo acabou por revelar do Vilacovense algo que já era esperado e do Lourosa nada que tivesse contribuído para as expectativas criadas. É evidente que estamos ainda na fase de preparação e que há espaço que pode permitir uma evolução, que obviamente se espera das duas equipas. Mas há dados que desde já se mostram como incontornáveis e é admissível que o Vilacovense não atinja o s índices das últimas épocas.

Desde já um ponto número um: Antes pouco do que nada. E haver uma equipa com o emblema de Vila Cova a disputar o “Inatel 2010/2011” é desde já uma grande vitória. E só por isso saúdem-se dirigentes, treinador e jogadores. Claro que todos nós gostamos de ganhar. E os adeptos do Vilacovense habituaram-se nos últimos anos às vitórias e ao gosto de apoiarem uma equipa de alto gabarito, a conquistar lugares classificativos cimeiros. Mas o ciclo de resultados quase sempre vitoriosos é provável que possa fazer uma pausa.

A actual equipa conta com jogadores novos, por isso com menos entrosamento, ao contrário do Vilacovense das últimas épocas, formado por jogadores que se conheciam, experientes e de possantes índices atléticos.

O resultado do jogo de ontem espelha o que se passou em campo. O Vilacovense a deixar isolar adversários, que em velocidade transpunham o seu quarteto defensivo, o meio campo pouco produtivo e a não fazer a transposição de bola para os atacantes.

Valeu a entrega de todos os jogadores e cabe aqui uma referência à presença em campo de dois dos “antigos” que serão pedras importantes neste novo Vilacovense: Cruz e Mota. Mas, há ainda que contar com Paulo Ribeiro, Kikas, Fábio Leitão, entre outros, jogadores estes que desde há muito sentem o emblema do Vilacovense.

Uma palavra para os adeptos. Há que apoiar o Vilacovense. Em princípio de ciclo, aos poucos o Vilacovense tornará à senda das vitórias. Agora é tempo de acarinhar a equipa que temos. Em cada jogo pede-se acima de tudo espírito de luta, entrega e desportivismo dos jogadores. E dos adeptos o aplauso, ganhe-se ou perca-se. E sempre que houver vitória, tanto melhor…   

 

Nuno Espinal


comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Outubro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

16

20

24
27
28



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds