publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 20 Setembro , 2010, 08:19

As noites amenas teimam em prolongar passeatas nocturnas a uns tantos que, a meio do seus vai e vem, se quedam no Miradouro, ao Entroncamento, onde se deliciam no deslumbramento da espectacular vista que se alcança, em especial nestas noites de Lua Cheia e no aprazimento da aragem fresca e reconfortante.

Aí promovem tertúlias em que tudo se conversa, as mais das vezes sobre as próprias recordações de tempos da juvenilidade vivida em Vila Cova.

Outros eram os tempos, recriados, nessas “conversetas”,  por uma saudade que enleva e que arrasta ao sonho.

Mas sinais há que logo chamam à realidade.

Ao longe, na Digueifel e, já mais perto, no novíssimo Bairro das Carrizes, luzes muitas luzes onde antes era escuridão.

Na estrada, quase imune a carros nesses velhos tempos, jovens deslocam-se em viaturas conduzidas a velocidade exagerada, altas-fidelidades de possantes decibéis, a martelarem pancadas constantes, com o estridente ritmo que já ao longe se destaca do tum, tum, tum, tum, tum…  

 

Nuno Espinal

tags:

publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 19 Setembro , 2010, 09:16

Questiona-se muito boa gente sobre a continuidade ou não da equipa de futebol do Vilacovense. A questão passa por não ter sido possível formar um grupo de voluntários que substituísse o grupo cessante de funções, que constituía a Direcção.

Até agora ainda não há um manifesto grupo que se tenha voluntariado para dar continuidade ao futebol do vilacovense, ainda que me tenha chegado a informação de que haja quem anda a esforçar-se para que essa possibilidade não se esgote em definitivo.

Argumentam alguns que nesta altura já não é possível formar uma equipa com grandes valores, já que a maior parte dos jogadores de superior potencial futebolístico foram arrebanhados por clubes da região.

Ora esse é o menor problema ou nem sequer é problema. É um facto que a competição existe e que todos gostamos de ganhar. Mas é bem verdade que para se ganhar é porque em campo há dois competidores. E a presença em campo, garantindo a competição, é já uma grande vitória. É mesmo a maior vitória. É a vitória do trabalho, da dedicação, do associativismo, é a vitória do desporto.

Alguém sabe quem foi o vencedor do campeonato do Inatel o ano passado, há dois anos, há três anos, há mais anos? Ninguém sabe, quase aposto, a não ser nos anos em que a própria equipa da casa os ganhe.

Mas toda a minha gente sabe que no Inatel participam equipas como as do Alvoco, de Lourosa, da Bobadela, de Aldeia das Dez, etc. Daí que a presença seja de facto a maior vitória, porque dá nome à terra, dignifica a terra. E depois há a questão desportiva porque a presença significa que existe uma estrutura que permite a prática de desporto a jovens que de outro modo não tinham condições para tal.

Vamos pois incentivar todos os que eventualmente andem a lutar por conseguir manter o Vilacovense como equipa do próximo campeonato do Inatel. A ser conseguido esse intento, então essa já foi, para o Vilacovense, a grande vitória da época.

 

Nuno Espinal

    


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 17 Setembro , 2010, 10:16

Pintora conceituada, com inúmeras telas que tem exposto por todo o país e no estrangeiro, com um estilo e personalidade muito específicos, patenteando, em muitos dos seus quadros, traços e imagens reveladores de motivos influenciados por uma ruralidade que remanesce da vivência marcante de tempos passados na sua terra natal (Vila Cova) Nazaré Pereira (Drª Zita) expôs, não há muito, na “Expo Góis-Arte 2010 – Biodiversidade”, uma tela intitulada “Pastoreio”.

Trata-se de um óleo, com as dimensões de 50 por 65, que retrata um fim de tarde, no regresso do pastoreio, tela cheia de densidade bucólica e nostálgica.  

Não resistimos à sua “postagem” no Miradouro, alertando, contudo, os leitores para o facto de as cores registadas na foto não serem totalmente fiéis à realidade expressa na tela pela autora,  em especial no azulado do fundo do quadro e na mancha branca que surge ao centro, em que não são perceptíveis os tons amarelados na realidade estampados na pintura.

 

Nuno Espinal


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 16 Setembro , 2010, 00:05

 

Ao  Nosso Querido Paizito

 

Paizito palavras serão poucas para descrever  o que tu eras enquanto pai, marido e amigo. Palavras não chegam para te descrever, mas infindável é o nosso amor por ti.

No teu pequeno coração havia lugar para todos, nunca dizias um não, e muitas vezes deixaste a tua família para te dedicares aos outros, mas nós nunca te contrariámos, era esse o teu desejo e vontade e sempre te apoiámos e ajudámos para que te dedicasses aos outros.

Paizito deixaste em nós aquele bichinho que se semeia no coração, que só quem contigo vivia saberá dar o valor.

Agora é tempo de dizer que não partiste, que fica connosco todo o desejo de manter as tuas ideias, força e coragem em prol da tua Vila Cova que tanto amavas.

E porque foi dolorosa a tua perda, estivemos rodeadas de familiares, amigos, Instituições e Colectividades que também eles sentiram a tua perda e te quiseram homenagear pelo Homem que foste e que permanecerá em nossos corações.

Agradecemos de forma especial á nossa família mais próxima que sempre nos acompanhou em tão dura batalha e que nos deixou a todos com uma amargura de que sempre se pode fazer mais, e tu disto nos davas o exemplo, numa luta que nunca te fazia desistir e nos davas força para continuarmos a lutar.

Agradecemos ainda aos Bombeiros Voluntários de Coja pela sua dedicação e carinho ao nosso pai ao longo da sua doença.

De uma forma também especial á Câmara Municipal de Arganil, seus colegas e Junta de Freguesia de Vila Cova de Alva, pelas demonstrações de apoio e carinho.

Bem como a todas as Instituições que se fizeram representar no último Adeus ao nosso ente querido.

 

-Associação Bombeiros Voluntários de Coja

- Câmara Municipal de Arganil

- Junta de freguesia de Vila Cova de Alva

- Filarmónica Flor do Alva

- Filarmónica Avoense

- Rancho Infantil e Juvenil de Coja

- Grupo Desportivo Vilacovense

- Mais Além

- Santa Casa da Misericórdia de Vila Cova de Alva

- Reitoria da Universidade Nova de Lisboa

 

Agradecemos ainda de forma especial a todos os amigos e população em geral pelas mensagens de apoio e carinho enviadas.

 

“Feliz daquele que sabe dizer sim á vida mesmo quando esta lhe diz que não”

 

Ficarás sempre connosco querido Paizito.

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 15 Setembro , 2010, 09:05

Centenas de pessoas acompanharam ontem o Sr. António Paiva na sua última viagem, manifestando, desta forma, o grande apreço e admiração com que era considerado por todos, face às suas qualidades humanas, simpatia e permanente disponibilidade.

Gente de todo o concelho incorporou-se no funeral, com destaque para a presença do Presidente da Câmara, Eng. Pereira Alves, e vereadores, Dr. António Cardoso e Drª. Paula Dinis, e, acima de tudo, de toda a comunidade vilacovense, que quis deixar vincada a merecida gratidão devida para com o Sr. António Paiva, sempre dedicado às causas da sua terra, porventura o vilacovense que nos últimos anos mais se empenhou e esteve associado a actividades e acções em prol da “sua Vila Cova”.   

“Morreu um grande homem”, “uma grande perda para Vila Cova” eram palavras que amiúde se ouviam, manifestando o sentimento geral por todos sentido e que foi assinalado por calorosos aplausos quando, na missa de corpo presente, a Presidente da Junta, Drª Cidalina Lourenço, teceu algumas palavras sobre a vida e qualidades morais e cívicas do Sr. António Paiva.

 

Nuno Espinal


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 13 Setembro , 2010, 19:12

O funeral do Sr. António Paiva realiza-se amanhã, terça-feira, para o cemitério de Vila Cova, às 19 horas.

Nele vão-se incorporar representantes e músicos da “Flor do Alva” e a Irmandade acompanhará todo o cortejo fúnebre.

O Sr. António Paiva foi um vilacovense sempre dedicado às causas da sua terra, tendo pertencido aos órgãos sociais das várias instituições de Vila Cova e participado em inúmeras iniciativas em prol dos interesses e benefícios da sua aldeia natal.

O seu falecimento está a ser sentido por todos os vilacoveneses com o maior pesar e a sua memória perpetuar-se-á sempre, relacionada com o reconhecimento que lhe é devido, como um verdadeiro exemplo na defesa das causas do associativismo e intervenção regionalistas.


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 13 Setembro , 2010, 10:22

Chegou-nos há momentos a informação do falecimento, esta madrugada, nos HUC, do Sr. António Paiva.

Apesar de o estado de saúde do Sr. António Paiva ser muito grave e a notícia não constituir surpresa, não deixa, contudo, de ser recebida com um impacto de grande tristeza, pela grande simpatia, admiração, respeito e consideração que o Sr. António Paiva nutria por parte de todos os vilacovenses.

Apresentamos à família as nossas condolências.

Os serviços do funeral serão prestados pela “Funerária do Alva”.

Assim que estivermos na posse de mais dados, estes serão divulgados pelo Miradouro, nomeadamente a hora do funeral.


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 13 Setembro , 2010, 09:08

Com o calor abrasador que ontem se fez sentir, não se compreende a razão de se sujeitarem os músicos a uma sauna tão prolongada, em especial algumas jovens que ficaram mesmo expostas directamente à torreira do sol.   

Não haveria um local mais mitigado da agressividade soalheira da tarde de ontem?

Mais um bom concerto da Flor do Alva no dia da Festa da Padroeira de Vila Cova. Parabéns aos músicos e ao maestro António Simões.

 

Nuno Espinal

 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 12 Setembro , 2010, 19:28

publicado por Miradouro de Vila Cova | Sábado, 11 Setembro , 2010, 23:45

 

Nasceu mais um vilacovense...

Pois é!

Nasceu ontem, dia 10 de Setembro, o Filipe Miguel Mendes da Fonseca, precisamente às 19h25, com 3,565Kg e cerca de 51cm...
Aos pais, Dr. Artur Miguel Caetano da Fonseca e Drª Tânia Isabel da Costa Mendes os mais sinceros parabéns de toda a equipa do Miradouro.

 


comentários recentes
Mais um homem bom que nos deixa. Há tempo que não ...
A perda de um amigo e a amigo da minha família, de...
Publiquei um comentário sobre o meu tio Zé, não ch...
Tio Zé Torda , descanse em paz e que DEUS o pon...
Tio Zé Torda, descanse em paz e que Deus o ponh...
Caro Dr. NunoFoi sem dúvida uma tarde e uma noite...
Sinceros sentimentos pelo falecimento do Tó Man...
Não foi de Covid
DISTÂNCIA/SEPARATISMO DOS PARASITAS-HORRORIZADOS c...
Foi de Covid-19?
Setembro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9

14
18

23
25

27


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds