publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 30 Maio , 2010, 13:53

A “I Mostra de Sabores e Labores” foi, no seu primeiro dia, um verdadeiro sucesso tendo sido mesmo ultrapassadas as mais optimistas expectativas. A população de Vila Cova em peso, muita gente de Vinhó e Casal S. João, visitantes vindos do Barril, Coja e outras localidades.

A breve cerimónia de abertura, cerca das 13 horas, contou com a presença dos Presidentes da Junta de Freguesia, Drª Cidalina Lourenço e da Câmara Municipal de Arganil, Eng. Pereira Alves, que logo anunciou a aprovação da candidatura de Vila Cova ao “Projecto das Aldeias do Xisto”. Esperemos agora o desenvolvimento deste processo. Se Vila Cova vier a pertencer ao conjunto das “Aldeias do Xisto” ganhará importantes prorrogativas, que poderão contribuir para o seu desenvolvimento e melhoria da qualidade de vida dos seus habitantes.

Depois da abertura da “mostra”, os muitos presentes na Praça procuraram um lugar nas tascas de “comes e bebes”, donde já saíam cheiros de apetitosas chanfanas e outros pitéus. Muita afluência às “tascas”, situação que se veio a repetir ao jantar, com filas de espera dos interessados, ao ponto do vereador da Câmara, Dr. António Cardoso, ter referido em tom de graça, que “fui obrigado a aguardar cerca de uma hora para conseguir sentar-me à mesa. Onde é que alguma vez isto se viu em Vila Cova?... ”, comentava, com humor.

Entretanto, o desfile de grupos de animação ia acontecendo, conforme o previsto no programa, sempre apresentados pela Drª Cidalina Lourenço, e muito apreciados pela assistência presente, que ia aumentando em número à medida que a tarde ia correndo.

Quando a noite chegou, a Praça abarrotava de gente. De tal modo que os fados, organizados pela Direcção da Santa Casa e previstos para o interior da Igreja da Misericórdia, tiveram de ser transferidos para o exterior, com os instrumentistas a actuarem mesmo à entrada do templo. Foi um momento alto, a coroar um Sábado que decerto ficará para a memória dos acontecimentos em Vila Cova.

Grande êxito de facto esta “I Mostra de Sabores e Labores”. E como eu próprio salientei numa intervenção durante o decorrer dos fados, tudo foi possível porque todos se empenharam nisso: Junta, colectividades da freguesia e acima de tudo o “povo”.

Um momento ainda a registar, pleno de carga emotiva. A chamada ao palco do Sr. António Paiva, o “mentor”, segundo as palavras de Cidalina Lourenço, deste acontecimento. Infelizmente, por doença, não pôde participar na organização desta “I Mostra”. Contudo, melhores dias virão, assim se deseja. “Quero-o em forma para o ano”, dizia, comovida, a Presidente da Junta. “Precisamos todos de si.”

A “II Mostra” já em perspectiva…

 

Nuno Espinal               

 

tags:

comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Maio 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9

16

29



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds