publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 23 Fevereiro , 2010, 22:32

Claro, a fotografia diz tudo. O momento preciso em que o Sr. Ramiro Madeira se prepara para apagar, seguindo o rito tradicional, as velas do seu  bolo de aniversário. Nada menos nada mais do que 83 anos, feitos hoje dia 23 de Fevereiro. Mas para que esta "festinha" acontecesse tivemos de lhe pregar uma pequena partida. Inventámos uma razão e trouxemo-lo até às instalações do Centro de Dia. Depois pusemos-lhe o bolo à frente e cantámos todos a velha cantilena dos "Parabéns". Foi bonito sim senhor. E o próprio Sr. Ramiro gostou e até se emocionou, não disfarçando uma lagrimazita ao canto do olho.

Calorosos parabéns Sr. Ramiro, com muitos beijos e abraços de todos nós.

 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 23 Fevereiro , 2010, 11:02

Os jogadores do Vilacovense reconhecem a importância do apoio dos adeptos nos jogos e demonstraram-no no final da última partida disputada com o S. Gião

 

No apontamento que fizemos ao último jogo do Vilacovense, disputado com o S. Gião, não publicámos a respectiva ficha técnica por dela não dispormos na altura. Aqui ficam então esses dados.

 

 

Vilacovense 6  S. Gião 1

 

 

Constituição da equipa:

 

Guarda-Redes: Paulo Henriques;

Defesas: Marco, Kikas, António Cruz (cap.) e Sérgio Gaspar (Brito aos 40 minutos);

Médios: Filipe (Fábio aos 56 minutos), Wilson (Bruno aos 60 minutos), Paulo Sérgio e Bruno Carvalho;

Avançados: Paulo Ribeiro e Chissoco  (Mota aos 52 minutos). 

 

Os golos foram apontados por:

Paulo Sérgio - 1

Paulo Ribeiro - 3

Bruno Carvalho - 1

Wilson - 1

 

Treinador: Wilson Saraiva

Massagista: Fernando Figueiredo

 

O próximo jogo é no domingo em Bobadela, contra a equipa local, primeira classificada da série. A equipa de Vila Cova espera um forte apoio dos adeptos.

 

 

Nuno Espinal/Fábio Leitão

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 23 Fevereiro , 2010, 10:05

É cada escanovada!

 

Com esta expressão, o ancião caracteriza as fortes chuvadas que têm caído desde ontem. A seu lado alguém comenta:

 

Gaita! Já chega de tanta água! É demais! Este tempo acabrunha a pessoa!

 

Agastado, de imediato o ancião returque:

 

Oh menina! Isso até soa a blasfémia! Não vês o que aconteceu na Madeira?

 

E ali nos ficámos todos, um silêncio pesado, um baque na consciência.

 

 

Nuno Espinal

 

 

 


comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Fevereiro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9

15

24
27



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds