publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 27 Dezembro , 2009, 10:24

O povo de Vila Cova acorreu ontem à noite, em grande número, ao Salão da Casa do Povo, a fim de, com a maior das expectativas, ouvir a nova “Flor do Alva”, na versão do novo Maestro António Simões. E tudo leva a crer que todos os que estiveram presentes naquele Salão testemunharam que a Flor do Alva ultrapassou o que de melhor da sua prestação se poderia esperar. De facto, a Filarmónica provou ter refinado a sua qualidade e isto em apenas um mês de ensaios com António Simões. Nota-se, inclusivamente, que há um trabalho de aperfeiçoamento individual e que alguns dos seus jovens músicos mostram grande evolução, o que acaba por se percutir no rendimento colectivo da Filarmónica.

Não se pode ignorar, contudo, que o actual êxito da Flor do Alva não deixa de estar ligado a anteriores maestros da banda, nomeadamente Rui Quaresma e Ricardo Calado. Esta afirmação foi mesmo referida pelo Presidente da Instituição, José Raimundo, que exaltou, de forma especial, o empenho de Rui Quaresma, que, segundo as suas palavras “ressuscitou a Flor do Alva numa altura em que o desaparecimento desta era um acontecimento quase certo”. Rui Quaresma que recebeu uma das maiores ovações da noite, numa prova de reconhecimento do povo de Vila Cova, quando deu entrada no Salão da Casa do Povo a fim de assistir ao concerto.

Houve ainda uma particularidade que foi anunciada por José Raimundo. A aquisição de uma nova carrinha que passará a prestar serviço à Banda, aquisição esta só possível graças ao apoio monetário da Câmara Municipal de Arganil, que neste concerto se fez representar pela sua vereadora da cultura, actividades desportivas e recreativas, Drª Paula Dinis.

Encarregou-se da apresentação dos vários momentos que ocorreram durante o concerto o conhecido locutor do Rádio Clube de Arganil, José Conde, que mais uma vez se disponibilizou à participação em um acontecimento da Flor do Alva. Foi, de resto, José Conde quem leu o muito extenso e qualitativo currículo de António Simões, no momento da apresentação deste aos vilacovenses.

Maestro António Simões que intervalou sempre, entre as peças musicais que foram exibidas, palavras explicativas e ainda exortativas ao crescimento qualitativo da Filarmónica, como estas que atestam o seu estado de espírito e de empenho para com a Flor do Alva: “Faço aqui um apelo para que as entidade responsáveis, nomeadamente a Câmara, a Direcção da Flor do Alva e o Povo desta comunidade nos ajudem. Se assim for prometo-vos que será possível fazermos coisas muito bonitas “.

Não duvidamos. Pelo que temos presenciado acreditamos muito neste tal futuro bonito da nossa Flor do Alva.

 

Nuno Espinal

 


comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Dezembro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9

16
19




pesquisar neste blog
 
subscrever feeds