publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 24 Dezembro , 2009, 03:13

Tentei, fiz mesmo várias tentativas, mas não consegui melhor do que esta imagem. Tirada da estrada, na zona dos “loureiros”, eis o Bairro de S. Sebastião, numa noite de negridão, salpicado pelas já imprescindíveis luzinhas de Natal.

O que me importa, nesta foto, são mesmo as tais luzinhas. Não estão tão realçadas, longe disso até, quanto numa observação ao natural. Mas, espero dos leitores compreensão. Pelo fotógrafo e pela máquina, que sendo das baratinhas até vai fazendo o que pode.

Fixemo-nos, pois, nas luzinhas. Sublimemos então a imagem. Faço um apelo à imaginação dos leitores. As luzinhas piscam, tremelicam, intermitentes, em matizes variados. Estão ali porque foram postas por alguém. Eu olho-as, recebo-as, elas vêm até mim. E recebo-as como de alguém que me quis dizer: é Natal, eu entro neste jogo de Natal e partilho contigo este momento.

E eu não enjeito a mensagem. E tanto assim é que, nesta partilha, ainda esta noite, ao olhar estas luzinhas, me senti tão envolvido que me pus alegremente a trautear uma canção, dos tempos das saudosas missas do galo, em Vila Cova:

“Alegrem-se os céus e a terra,

Cantemos com alegria,

Já nasceu o Deus Menino, 

Filho da Virgem Maria.”

 

Uma Feliz Noite de Natal!… Boas Festas!...

Nuno Espinal

 


comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Dezembro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9

16
19




pesquisar neste blog
 
subscrever feeds