publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 16 Agosto , 2009, 09:16

Já várias vezes temos denunciado o estado de degradação em que se encontra a Igreja Matriz, com o risco de se perderem em definitivo verdadeiras preciosidades artísticas integradas na sua decoração interior, em especial as muitas pinturas do seu tecto.

A passividade da Fábrica da Igreja e de responsáveis mais directos por aquele património causa, no mínimo, estranheza, quando seriam previsíveis iniciativas suas no sentido de serem angariados meios e perpetradas acções tendentes à recuperação requerida.

O mesmo se passa com a Igreja do Convento, outro monumento a necessitar de intervenção, enquanto é tempo de se evitarem danos irreversíveis na preservação da sua riqueza patrimonial.

A sacristia e o coro desta Igreja encerram valores artísticos que tendem para a ruína total se uma intervenção recuperadora não ocorrer em tempo oportuno.

Ainda é tempo de agir. Quanto a nós, não nos vamos calar.

 

Nuno Espinal 

 

 

 


comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Agosto 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9





pesquisar neste blog
 
subscrever feeds