publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 02 Agosto , 2009, 07:40

Um Sábado, primeiro de Agosto, marcado por chuva, que só sentiu o dissipar do cinzento ao cair da tarde. Até aí, ruas desertas, sem viv’alma. Mesmo a Várzea da Vila, sem o bulício jovem do acampamento de escuteiros dos últimos dias. Apenas as tendas, alinhadas em círculo, silenciosas. Dia incomum para Agosto.

Mas, de repente chega o Sol. Escuteiros enchem a vila com os seus cantos, gente de Coimbra, convidada para uma sardinhada no Convento, anima a estrada em passeio até à Fonte dos Passarinhos e a Flor do Alva, regressada de uma saída,  percorre a estrada em toque de passe doble.  

Isto sim, até parecia Agosto de outros tempos…

 

Nuno Espinal

 

 

 


comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Agosto 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9





pesquisar neste blog
 
subscrever feeds