publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 14 Julho , 2009, 18:20

Completou hoje 81 anos de idade a Dª Alice Gouveia, nossa utente do Centro de Dia. Os Parabéns do Miradouro.

 

 

Foto: Hortense Antunes


publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 14 Julho , 2009, 07:38

O Miradouro tem como um dos principais objectivos informar, no tempo mais real possível, factos e acontecimentos presentes relativos a Vila Cova, sua Freguesia e Concelho, sendo relevante, pelas prioridades que abordamos, esta ordem apresentada. Mas também se dedica à criação e perpetuação da História, a História de Vila Cova, pela pesquisa do passado, que vasculha em todas as fontes que se lhe disponibilizem, para deixar, esse mesmo passado em registo.

Contribui assim para a História, por descoberta e revisita de dados. Mas, não o faz, nesta actual fase, na perspectiva científica do historiador, que recolhe dados, os selecciona e os sistematiza. A nossa intenção é, por enquanto, receber informação e divulgar todos os dados recolhidos.

Deste modo vamos historiando, despretensiosamente, factos, acontecimentos e personagens da História de Vila Cova.

 

Para que todo este propósito funcione há que contar com o maior número de colaborações. Colaborações essas que vamos recebendo, como as que ultimamente nos chegaram vindas da Drª Palmira Barreiras e da Drª. Dalila Pina, que constituem importantes achegas para o acervo documental do Miradouro.

 

Por exemplo, a foto que nos enviou a Drª Dalila Pina é de um seu tio avô que foi uma figura de destaque na sociedade de Vila Cova, pois foi seu pároco entre 1900 e 1942.  

Nasceu em 1867 e após a ordenação foi colocado, durante dez anos, na Benfeita. Foi colocado em Vila Cova de Sub-Avô em 1900, onde lavrou o primeiro assento de baptismo em 25 de Novembro desse ano.

 Era um grande orador, sendo notáveis as suas homilias e sermões. Há um registo, de 1903, que diz:

Realizou-se a 11 de Junho a procissão de “Corpus Christi” feita com muito esplendor. A igreja matriz encontrava-se lindamente ornamentada, tendo o pároco da freguesia, Reverendo Alfredo Nunes de Oliveira, celebrado o sermão.

Para além da vida pastoral, entregou-se a muitas actividades ligadas a Instituições de Vila Cova, tendo sido influente em muitas acções ligadas ao progresso da terra.

Abandonou, já com 75 anos, em 1942, as funções de pároco tendo sido substituído por o então jovem padre Januário Lourenço dos Santos. A data do seu falecimento, com 85 anos, foi em 1952.

 

Nuno Espinal

 


comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Julho 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11





pesquisar neste blog
 
subscrever feeds