publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 08 Abril , 2009, 10:58

Ontem a bandeira da Flor do Alva esteve hasteada na sua sede. Razão? O seu 91º aniversário. Parabéns à "Flor do Alva". 

Notícia e Foto: Fábio Leitão


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 08 Abril , 2009, 09:55

Casa Paroquial em cujo Salão, no rés-do chão, eram apresentadas as récitas

 

Por Quim Espinal

São sempre enternecedoras as histórias sobre as nossas vivências nos mágicos anos 60 e 70. Histórias da “malta” que nos fazem viajar pelo tempo, na procura daquelas sensações que, por pequenas que fossem, se transformavam logo em motivo de conversa ou paródia durante dias e dias. Salpicadas pelos cenários idílicos que Vila Cova nos proporciona, transformávamos as pequenas coisas, em gratos registos que a memória guardava na gaveta das boas recordações.

Ainda a propósito das nossas récitas, a que nos entregávamos de alma e coração, havia sempre um ou outro episódio que, pelo pitoresco, alimentava os dias seguintes numa sã paródia e divertimento. A “cena” passa-se então no próprio dia da estreia, no velho salão paroquial. Tem como protagonistas o Manel Fernandes e a nossa saudosa Mélita. A dada altura do desenrolar da representação, numa das falas que opunha os actores em questão, a Mélita dizia ao Manel, …”eu sei que tu me amas…”, dando voz a um arrepiante clímax do enredo. Mas, no calor da representação e quiçá, condicionada pela responsabilidade dramática da cena, sai à Mélita um “…eu sei que tu mamas…” ao qual a plateia e restantes componentes da peça reagiram com um abafado fungar de riso. Mas, nada perturbados com a agitação daquele contratempo, lá seguiu a representação que, no final, foi apoteoticamente aplaudida pelos espectadores que sobrelotavam a sala.

Histórias simples da “malta” cá de Vila Cova…Mas era essa simplicidade, numa época em que os acontecimentos éramos nós que os provocávamos, que nos enchiam os dias de plena felicidade.

Obrigado Mélita por teres tomado parte da minha existência. Para ti um enorme manto de pétalas de rosas a servirem-te de leito. E um até sempre de muita, muita saudade.

 

 

 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 08 Abril , 2009, 02:13

Vilacovense-3    Vila do Mato-1

 

O derby entre o Vilacovense e o Vila de Mato, disputado no Domingo passado, registou uma assistência que foi a mais numerosa desde sempre registada em jogos disputados no campo do Bairro dos Carris. Adeptos oriundos de Vila Cova, na sua maioria, mas também de populações vizinhas, contribuíram com uma impressionante moldura humana, que criou um ambiente empolgante e foi a afirmação de que a confiança na capacidade dos jogadores de “Vila Cova” permanece intacta. E na verdade os jogadores corresponderam em absoluto e foram merecedores da confiança neles depositada, já que se empenharam ao máximo e responderam com bom futebol e uma muito merecida vitória. E isto apesar do Vilacovense se ter apresentado com apenas doze jogadores.

Constituição da Equipa:

Guarda Redes: Paulo Henriques

Defesas: Fábio Leitão, António Cruz (cap), Kikas e Sérgio Gaspar;

Médios: Bruno Alexandre, Bruno Carvalho, Marco Paulo, Paulo Ribeiro e Marco António;

Avançado: Mota.

Bruno Alexandre foi substituído por António Antunes aos 50 minutos.

 Os golos do Vilacovense foram apontados por Mota, aos 20 min., Bruno Carvalho aos 75 min., através de grande penalidade e a desempatar o jogo, já que a equipa do Vila de Mato tinha obtido um golo no início da segunda parte e Paulo Ribeiro aos 85 minutos

 

Os jogadores do Vilacovense e Direcção manifestam o seu agradecimento a todos aqueles que compareceram no baile organizado no Sábado à noite e também a todos os adeptos que apoiaram a equipa no jogo de Domingo. Os jogadores manifestam ainda um louvor para com o seu capitão, António Cruz, que na ausência do treinador, geriu a equipa.

 O próximo jogo disputa-se em Alqueidão, Figueira da Foz, dia 19.

 

Nuno Espinal/Fábio Leitão

 


comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Abril 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9

14

23



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds