publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 07 Abril , 2009, 10:05

Jovens comentam filmes vistos em DVD.

Este ano já vão uns trinta, diz um deles com ar triunfante.

Mas, pelo que me apercebo, todos os outros vão por igual número e um deles até o passa.

Quão diferente está este mundo do de há cinquenta anos! Nem é preciso ir longe.

Esta Vila Cova já serve de exemplo.

 

Reporto-me aos anos cinquenta…O acontecimento era uma festa para a rapaziada e para a aldeia. De quando em vez, uma duas vezes por ano, para aí, surgia o “mágico” que possibilitava as imagens de um filme. Vinha armado de uma maquineta, que fazia rodar uma bobine, onde se enrolava uma fita de metros e metros de comprimento. Quase sempre no Posto de Socorros, lá em baixo, na loja, as imagens pespegadas numa das paredes, a sala cheia de gente, agarrada ao desenvolvimento do enredo.

Frei Luís de Sousa, Super Homem Foguete, Os três da Vida Airada, Fátima Terra de Fé, etc…etc, foram filmes que passaram e que provocaram os mais díspares comentários, pelas lembranças de cenas, ou na conclusão da moral da história. Eu confesso que, na minha meninice, não entendia patavina daquelas histórias. O enredo, o trama em si, passava-me completamente ao lado. Apenas captava fascinado as imagens, o mexer das coisas, as coisas novas que nunca até aí tinha visto. Por exemplo: o super homem foguete. Que extraordinário…um homem voar. Então, todos nós, meninos de 5, 6, 7 anos, brincávamos à ilusão do homem voador.

 

Depois veio a televisão. O homem mágico, da maquineta deixou de vir. Ele e aqueles outros das “comédias” que faziam teatro, palhaçadas e outras coisas mais.

Hoje em casa temos tudo. Televisão, música, filmes, internet, tantas as coisas de que dispomos…

 

Banalizou-se até a surpresa, a surpresa deixou de ser tão surpresa…

Lá fora, na rua, está tudo tão vazio, tudo tão ausente.

E eu sinto a falta do homem da maquineta, das gentes das comédias e dos meninos que na rua sonhavam…

 

Nuno Espinal      

 


comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Abril 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9

14

23



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds