publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 09 Janeiro , 2009, 00:10

 

 

De acordo com notícias que recolhemos nos jornais Correio da Manhã e “Diário As Beiras” foram detidos por suspeita de furtos a igrejas e capelas da zona centro cinco indivíduos, todos residentes em Oliveira do Hospital.
Recorde-se que o Miradouro noticiou estes furtos, dando especial ênfase aos referentes à Igreja Matriz e Capela de S. Sebastião em Vila Cova.
“Os indivíduos entravam nos templos religiosos por meio de arrombamento e tinham como alvo as esmolas.” 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 08 Janeiro , 2009, 15:42

 

Na noite de ontem, dia 7 para 8, o edifício do Centro de Dia de Vila Cova foi assaltado, tendo o(s) larápio(s) subtraído cerca de mil e trezentos euros em dinheiro, que se encontrava, parte, guardado no cofre das instalações, que foi arrombado e que estava incrustado numa das paredes. Os assaltantes revolveram gavetas e armários, deixando o chão do gabinete de trabalho do edifício cheio de papéis e dossiers.
A porta de entrada do edifício foi arrombada, ao que se presume, com um pé de cabra.
A GNR já tomou conta do acontecimento, aguardando-se a esta hora a chegada de elementos do Departamento de Investigação Criminal, que irão recolher indícios do acto de rapina ocorrido.

Entretanto, nesta mesma noite foi ainda assaltado o Centro de Dia de Anseriz, de onde também foi roubado dinheiro.


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 08 Janeiro , 2009, 01:20

 

Maio ainda vem longe.
Mas, manda-me o aviso, enquanto Provedor da Santa Casa, que me acautele. E isto porque no ano passado o dia e os dias de fim de semana imediatamente procedentes ao dia 3, dia em que se comemorava a Festa de Santa Cruz, não tinham livres a Flor do Alva, por compromissos já assumidos. E festa em Vila Cova sem a Flor do Alva é coisa desenxabida. Ora, acontece que este ano o dia 3 de Maio ocorrerá a um Domingo. Tudo se conjuga para que a Festa se possa realizar no próprio dia da Tradição. Daí que, de sobreaviso, já tenha convidado a Flor do Alva. 
 
O que muitos vilacovenses não sabem é que o dia 3 de Maio não é o dia que a Igreja oficializa como o dia de Santa Cruz. É sim 14 de Setembro, desde há alguns anos, que o calendário da Igreja Católica assinala como sendo o dia da Santa Cruz.
E vem a propósito transcrever parte de uma Acta de uma reunião da Mesa Administrativa da Santa Casa em que o assunto foi abordado. E concluir que naquela altura a força da tradição era mesmo uma força.
 
Aos três dias do mês de Abril de mil novecentos e setenta e três reuniu a Mesa da Santa Casa e os irmãos convocados a fim de tratarem os seguintes assuntos:
Primeiro: Tendo sido apresentado pelo Pároco da Freguesia, Reverendo Januário Lourenço dos Santos, que o dia de Santa Cruz, em 3 de Maio, fora mudado liturgicamente e não podendo fazer-se a festa como em anos anteriores, para a Mesa e Irmãos escolherem outro dia, estes não concordaram com outro dia, sendo da opinião que se assinalasse o dia três de Maio com uma Missa rezada.
/…/
 
 
Nuno Espinal

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 07 Janeiro , 2009, 02:53

 

Aldeia das Dez 1 - Vilacovense 2
 
A exibição não terá sido tão convincente quanto o habitual, mas ainda assim o Vilacovense, no cômputo final, acabou por ser superior, justificando plenamente a vitória, apesar de se apresentar muito desfalcado.
O jogo foi bastante difícil para a equipa “curvacha”, que teve de recuperar da desvantagem no marcador que se verificava no final do primeiro tempo. 
No segundo tempo deu-se a reviravolta no marcador, graças a golos de Bruno Brito, aos 50 minutos, e Filipe (que golo espectacular) aos 70 minutos. De referir ainda um sensacional golo de Filipe, fruto de um remate ainda antes da linha de meio campo e, incompreensivelmente, anulado pelo árbitro
 
 
Constituição da Equipa:
 
Guarda Redes: Rui Mota;
Defesas: Fábio Gaspar, Bruno Brito, António Cruz (cap) e Kikas;
Meio-Campo: Sérgio Gaspar, Marco Paulo, Wilson e Hugo Ferreira;
Avançados: Bruno Carvalho e Filipe
 
Substituições:
 
Sérgio por Rui Madeira aos 70 minutos;
Hugo Ferreira por Fernando Nunes aos 78 minutos;
Fábio Gaspar por Fábio Leitão aos 78 minutos;
Wilson por Bruno Santos aos 90 minutos.
 
Suplente não utilizado: António Antunes
 
 
Os adeptos do Vilacovense, que acorreram em grande número, como já é habitual, a Aldeia das Dez, terão oportunidade de poder apoiar a sua equipa, no Campo João Rafael de Figueiredo, no próximo Domingo, dia 11 de Janeiro, em jogo contra o Bobadela.
 
 
 
Nuno Espinal/Fábio Leitão

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 06 Janeiro , 2009, 03:12

 

 

Três blogs de Henrique Gabriel: obra, momentos temáticos, gostos e preferências, biografia…
Alusões a Vila Cova e até ao Miradouro, este à distância de um click.
Vale a pena!
 
Obrigado Henrique, um abraço.
 
Nuno Espinal
 
 
 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 05 Janeiro , 2009, 03:28

Aceita os desafios na convicção de que são eles a maior motivação para alcançar objectivos. Depois utiliza capacidades pessoais das quais relevam as tenacidade e intuição e mete-se a caminho com um verdadeiro espírito de corredor de fundo. Foi com estes e mais predicados que tirou a “Flor do Alva” de uma morte que, há cerca de três anos, já estava anunciada.
Hoje a Flor do Alva é, e compreensivelmente, um verdadeiro orgulho dos vilacovenses.
Claro, há todo um trabalho de equipa. E na equipa os maestros atingem lugar de destaque e são peça fundamental do sucesso. Mas se a Filarmónica concitou, nos tempos que correm, aplauso generalizado, de entre os que têm contribuído para o seu êxito um há a quem, por justiça, não se pode escamotear o primado: Zé Raimundo.
Um agradecimento e este reconhecimento que merecidamente lhe tributamos.
 
 
Nuno Espinal

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 04 Janeiro , 2009, 23:11

 

Mais uma vitória do Vilacovense a confirmar, jogo a jogo, o seu primeiríssimo lugar.

 

Notícia: Fábio Leitão


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sábado, 03 Janeiro , 2009, 00:13

 

É bom saber do sucesso de amigos e ainda melhor quando se trata de um amigo da nossa Vila Cova. Claro, trata-se do Henrique Gabriel- Daí que  tenhamos o maior gosto em publicar esta notícia:
 
Foi lançado no dia 27 de Dezembro, na Galeria First Gallery em Lisboa o livro " Pintura Contemporânea Portuguesa - 100 Pintores"da Editora OroFaber- Chancela Real”, coordenado pelo editor Manuel de Sousa com textos introdutórios dos críticos de arte José-Luís Ferreira e Rodrigues Vaz.
De entre todos estes pintores de topo consta o Henrique Gabriel. Do livro publicamos uma foto das páginas dedicadas ao Henrique. Parabéns amigo!
 
 
Nuno Espinal

 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 02 Janeiro , 2009, 23:18

 

Quantos milhões de gastos em bebedeira e fúteis orgias, no logro do bater das doze badaladas!...
Aqui tudo foi diferente. Uma simples tocata e tão genuína a alegria!
Velhos são os trapos, diz alguém.
Pois são! Em especial os trapos bamboleantes de um qualquer casino…
 
 
Nuno Espinal

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 02 Janeiro , 2009, 00:03

 

 

A tarde cinzenta não impediu que um número apreciável de vilacovenses se tivesse juntado nas Tílias, a meio da tarde, nas proximidades do cepo que tem teimado em manter a brasa, resistindo aos aguaceiros e períodos de chuva, como a que ainda ontem fez questão de, em Vila Cova, acompanhar as últimas horas do ano e início de 2009.
 
E foram esses vilacovenses presentes nas Tílias que foram saudados pela música bem popular da Tuna de Cantares de Coja, que visitou Vila Cova com o principal propósito de cantar as janeiras aos nossos idosos do Centro de Dia. E foi isso que aconteceu. Após uma sua primeira exibição, perante farta e participativa plateia de vilacovenses, a Tuna permaneceu durante uma hora nas instalações do Centro de Dia, onde cantou músicas do seu repertório, perante o encantamento e alegria dos “nossos mais velhos.”
 
Depois chegaria um grupo de jovens da Flor do Alva, também eles, o que já é tradição, a deixarem a sua saudação instrumental das janeiras e a proporcionarem um momento de grande alegria e confraternização. Antes já tinham espalhado, pelas ruas e casas do povoado, a sua musicalidade e a mensagem de um bom ano para todos.
 
Claro, há o fantasma da crise. Mas há também a confiança de que a saberemos tornear. E, como alguém comentava, vamos lá partir para 2009 com optimismo e confiança. Por isso haja alegria. Venha lá a música. É que “quem canta seus males espanta”.  
 
 
Nuno Espinal 

 

 

 

 


comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Janeiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9

13

19
23

26


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds