publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 11 Janeiro , 2009, 23:22

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 11 Janeiro , 2009, 10:15

 

Seria um absurdo se nesta vaga de frio Vila Cova não tiritasse. Claro que treme e muito. A noite traz temperaturas negativas, tendo sido atingidos, na madrugada do dia 8, os sete graus negativos.
 
Quando o Sol se recolhe e a noite esboça o seu início, Vila Cova torna-se, nas suas ruas, um verdadeiro deserto de gente. Eu tenho por hábito, já noite encorpada, dar algumas passadas por aqui e ali. Nem viv’alma. Só o silêncio enche. O silêncio e um outro canito, um gato furtivo.
 
Mas, neste pico de friagem, até a bicharada se recolhe. E o silêncio torna-se mais silêncio.
 
Já em casa, o meu gato enrosca-se em aposento estrategicamente situado. Ali fica, ao bafo do lume, horas e horas a fio. Olho-o e sublimo-lhe a tranquilidade. E sinto-me tão pacificado!…
 
 
Nuno Espinal

 


comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Janeiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9

13

19
23

26


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds