publicado por Miradouro de Vila Cova | Sábado, 30 Agosto , 2008, 21:24

 

O dia de hoje foi preenchido, da parte da manhã, com uma visita ao Jardim Botânico da Madeira, localizado no magnífico anfiteatro que rodeia o Funchal, situado a cerca de escassos três quilómetros da capital. Dentro de uma área de 80.000 metros quadrados, os vilacovenses puderam encontrar no Jardim Botânico da Madeira uma verdadeira fascinante colecção de mais de 2500 espécies de plantas.
Um dos pontos altos do dia de hoje será, para a Flor do Alva, o concerto que irá realizar no Centro Histórico da Camacha.
 
 
Nuno Espinal/José Santos/Fábio Leitão
 
 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sábado, 30 Agosto , 2008, 00:57

 

Tenho falado, por telemóvel, com José Raimundo diariamente. Conversas breves que o tempo, nesta coisa que é o tele, custa dinheiro. Mas nem é preciso mais que um minuto ou pouco mais. José Raimundo dá-me alguns tópicos, os bastantes para que os acontecimentos do dia fiquem suficientemente relatados. O entusiasmo ressalta-lhe das palavras e reforça-se na ênfase com que diz: “Estamos todos encantados, isto fica para a história da Filarmónica e das nossas vidas…”
De quando em quando solta uma gargalhada. Sabe? - diz-me com rir contagiante. “Consta aí em Vila Cova que apanhámos ontem uma borracheira de poncha”. E prolonga a gargalhada, apenas quebrada quando lhe pergunto: “Mas não será que alguém a apanhou mesmo, Sr. Raimundo?”
“Qual quê…foi apenas um boato. O pessoal sabe comportar-se. Não passou mesmo de um boato…Sabe? Isso afinal é mesmo Vila Cova no seu melhor…”. E lá surge a gargalhada a que eu não resisito em sintonia.
 
O dia foi passado em passeio, com Porto Moniz e Calheta em destaque. Locais paisagísticos, o mar sempre em fundo.
“Que deslumbramento!” – remata José Raimundo.
À noite houve comemoração de aniversário, o 45º da acompanhante Margarida Fernandes, com músicos da Flor do Alva, ao jeito do saudoso “concerto”, a darem apoio instrumental aos “parabéns a você”.
Claro, que meteu bolo e um ambiente composto de boa disposição e animação, que o próprio sorriso da Margarida (nas fotos) elucida, tanto mais que para acréscimo do seu contentamento contou com a companhia e afecto dos filhos.
 
O que será o programa de amanhã, com as alterações já verificadas, acaba por ser uma incógnita. Certo, certo, parece ser o concerto que a Flor do Alva vai dar no centro histórico da cidade. E a certeza de que a boa disposição e animação vão continuar.
 
Nuno Espinal escreveu o texto.
Fábio Leitão enviou as fotografias
 
 

 


comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Agosto 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






pesquisar neste blog
 
subscrever feeds