publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 04 Março , 2008, 23:13

Ao analisar a proposta sugerida pela Junta de Freguesia sobre a toponímia da Vila, verifiquei que a instituição mais antiga, entre outras, não consta na mesma nem sequer é dada qualquer justificação para tal não acontecer.
É certo que tal justificação não é exigida e muito menos tenho a intenção de "ensinar" à Junta de Freguesia o que deve fazer, mas apenas dar a minha opinião e sobretudo demonstrar a minha insatisfação perante tal facto. Refiro-me à Santa Casa da Misericórdia, uma das duas Instituições que mais dignifica a Freguesia, situação que pelos vistos apenas os activos da junta não vêm ou não dão valor a tal Instituição, demonstrando assim uma falta de estima ou mesmo desprezo que julgo não serem merecedoras, nem será, penso eu, a intenção dos orgãos autárquicos desta vila. Certo que tal situação vai ser alterada, pois como foi proposto pela Junta, deveriam ser a população das terras da freguesia a escolher nomes, o que não parece ter acontecido, estando eu convencido que a população não aceitará que tal Instituição fique esquecida, e muito menos que seja desprezada por quem tem o direito de ser das primeiras pessoas a defender tão nobre causa e Instituição. Fica o reparo. 
 

João Gonçalves                       


publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 04 Março , 2008, 00:53

 

O jogo, que prometia emoção, arrastou um público entusiasmado, por vezes excessivamente entusiasmado, de Vila Cova e arredores, que emoldurou, com uma presença numerosa, o campo “João Rafael Abranches de Figueiredo”.
Extraordinário o apoio ao Vilacovense, a comprovar uma total sintonia dos adeptos com a equipa.
E o Vilacovense, para gáudio dos seus adeptos, ganhou e ganhou merecidamente, continuando a alimentar a esperança de alcançar o 2º lugar, sublinhando, com mais esta vitória, um sensacional percurso nesta ponta final, não perdendo desde Dezembro um único jogo.
 
A arbitragem repartiu alguns erros por ambas as equipas e não se livrou de alguns insultos e até ameaças de agressão, em especial por parte de adeptos do Alvoco, ainda que entre os jogadores tivesse sempre reinado um perfeito espírito de desportivismo.
 
Aos 15 min. Gonçalo Lobo abriu o marcador com um golo espectacular. A dar alguma verdade ao que se passava nas quatro linhas, o Alvoco empatou a partida, ainda antes do intervalo.
Aos 67 min. o Vilacovense, por intermédio de Hugo Ferreira, marcou na conversão de uma grande penalidade e após nova igualdade imposta pelo Alvoco a equipa de Vila Cova fixou em definitivo o resultado, com um terceiro golo marcado pelo quase infalível Hugo Ferreira, de novo através de castigo máximo.
 

Constituição da Equipa:

Guarda Redes : Helder Esculcas

Defesas: Kikas, António Cruz (cap.), Bruno Brito e Fábio Leitão;
Médios: Bruno Carvalho, Hugo Ferreira, Sérgio Gaspar (substituído aos 85 mm por Fernando Ribeiro) e Marco Paulo;
Avançados: Marco António e Gonçalo Lobo (substituído aos 80 min. por David)

Suplentes não utilizados: Bruno Santos e António Antunes.

Directores presentes: Carlos Antunes, António Leal, Renato Ribeiro, e Luís Manuel.
 
Treinador: Carlos Gomes
 
O próximo jogo do Vilacovense e ultimo do Campeonato será dia 9 de Março, em Santo António do Alva contra a equipa local.
Espera-se que os adeptos vilacovenses se desloquem em massa a Santo António do Alva a fim de a equipa ser bem apoiada na conquista do 2º lugar, o qual a classificará para as fases finais do Campeonato da INATEL.
 
 
Nuno Espinal/Fábio Leitão (ficha técnica)
 
 

publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 04 Março , 2008, 00:07

 

Finalmente está acordada a data. O “Encontro da Malta dos anos 60” vai acontecer a 30 de Maio e pretende juntar todos aqueles que nos Verões daqueles tempos se juntavam aproveitando as pausas da vida escolar. Muitos são de facto. Parte está comunicável, outra dificilmente o será. Para estes últimos uma sugestão e quase um apelo: se do Miradouro têm conhecimento contactem-no.
Quanto aos organizadores eles são Antero Madeira, Joaquim Espinal e Nuno Espinal.
O Encontro será um desfilar de recordações, um matar de saudades. E acima de tudo um reforço de grandes amizades.
 
Mais notícias brevemente.

comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Março 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
14

17

26
29



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds