publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 31 Dezembro , 2007, 23:13

 

Ano Novo
 
 
Vai-se esgotando a taça do festim.
Sorvo a sorvo, no espelho do cristal
Fica apenas a baba natural,
O melaço do fim.
 
                                                   Ah, não haver coragem verdadeira
                                                   De se quebrar o copo antes da hora
                                                     Em que se acaba o vinho, e a bebedeira
                                               de repente melhora!
 
 
 
                                        Miguel Torga

comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Dezembro 2007
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
15


25



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds