publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 04 Dezembro , 2007, 23:37

Há um certo fascínio nesta fotografia. Claro, a sua antiguidade, dos anos vinte, é logo motivo de empatia. E no entanto, ao pretender retratar um ambiente campestre, há elementos que, por forçados e desajustados, atraiçoam a essência que a narração pretende.
Reparem-se em alguns pormenores: as camponesas não serão menos que senhoras de um certo estatuto. Os sapatos da dama que desce as escadas, levando ao colo uma criança, são um adereço despropositado na cena, mais próprios de uma chique casa de chá. O mesmo em relação às botas das crianças, em nada congruentes com os pés descalços da miudagem de então. Toda a cena parece estudada na colocação estratégica de actores e outros adereços. Por exemplo, os troncos em primeiro plano e a viola nas mãos a mulher.
Mas a foto, registada em anexos da Casa do Convento, vale mais que a intenção que revela. A imaginação fará o resto.
 
(Foto cedida pela Srª Dª Natália de Figueiredo)
 
 
 
Nuno Espinal

publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 04 Dezembro , 2007, 15:44
Intervenção no Forum do Dr. José Manuel Oliveira Alves: "Olá a todos. Feliz Natal!"

comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Dezembro 2007
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
15


25



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds