publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 22 Outubro , 2007, 22:50

 

Não tenho muitas informações (e as que tenho recolhi-as de vários Ecos do Alva) sobre o antecessor do Reverendo Januário Lourenço dos Santos, que se chamava Alfredo Nunes de Oliveira. Mas há quem dele tenha sido contemporâneo e que, felizmente, pertença ainda ao reino dos vivos. Serão a instância de recurso para a quantificação de mais dados sobre um personagem que marcou, como pároco, um período de mais 40 anos da história de Vila Cova.
 
Nasceu em 1867 e após a ordenação foi colocado, durante dez anos, na Benfeita. Foi colocado em Vila Cova de Sub-Avô em 1900, onde lavrou o primeiro assento de baptismo em 25 de Novembro desse ano.
 
Era um grande orador, sendo notáveis as suas homilias e sermões. Há um registo, de 1903, que diz:
Realizou-se a 11 de Junho a procissão de “Corpus Christi” feita com muito esplendor. A igreja matriz encontrava-se lindamente ornamentada, tendo o pároco da freguesia, Reverendo Alfredo Nunes de Oliveira, celebrado o sermão.
 
Para além da vida pastoral, entregou-se a muitas actividades ligadas a Instituições de Vila Cova, tendo sido influente em muitas acções ligadas ao progresso da terra.
 
Abandonou, já com 75 anos, em 1942, as funções de pároco tendo sido substituído por o então jovem padre Januário Lourenço dos Santos. A data do seu falecimento, com 85 anos, foi em 1952.
 
Sobre a sua muito reduzida biografia há um apontamento digno de registo pelo pitoresco e característico de uma época. Diz assim: “…em 1931, em Vila Cova, é instalado, em casa do Senhor Padre Alfredo Nunes de Oliveira, o primeiro aparelho de T.S.F.”
 
Como diria o saudoso Fernando Pessa: “E esta heim!?”
 
 
 
 
 
Nuno Espinal

 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 22 Outubro , 2007, 18:28

 

Decorreram este fim de semana os festejos dos aniversários da Associação de Moradores e do Rancho as Flores.
 No Sábado, com individualidades da Freguesia, do Concelho e até de âmbito Nacional, decorreu um almoço convívio, com cerca de 200 pessoas, estando a confecção gastronómica a cargo das magnificas cozinheiras da nossa aldeia.
À tarde, cerca das 17.30 horas, foi celebrada missa na Capela, que encheu por completo, por alma dos sócios e amigos destas colectividades.
Os festejos continuaram pela noite dentro com Karaoke, no salão da Associação de Moradores, Salão que apresentou uma boa moldura humana, a qual pôde assistir, pela primeira vez, a um evento desta natureza em Casal de S. João. Este evento acabou por constituir um sucesso.
No Domingo realizou-se um jogo de futebol entre Solteiros e Casados, jogo bem disputado e em que os Casados levaram a melhor. Nesta festa de futebol não faltou a boa disposição e alegria do público.
Para encerrar os festejos com chave de ouro tivemos uma tarde Cultural onde actuaram os ranchos da Casa do Povo de Pinheiro de Coja e Rosas de Coja. No final foi servido um jantar para todos, onde não faltaram as concertinas e o fado.
A Associação de Moradores e o Rancho estão de Parabéns, não só pelos aniversários mas também pela organização. 
 
 
 
Notícia: António Tavares

 

 


comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Outubro 2007
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9


27



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds