publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 02 Outubro , 2007, 20:09

 

Prossegue a preparação do “Vilacovense”, tendo em conta a aproximação do Campeonato do Inatel. Assim, e em jeito de desforra, o Vilacovense recebeu, no último Domingo, no seu campo o Lourosa, tendo disputado um jogo em que predominou o equilíbrio e que, tal como o jogo anterior, forneceu boas indicações do valor dos jogadores e da equipa.
A vitória do Vilacovense aceita-se perfeitamente, até na senda da velha máxima, um tanto “lapalassiana”, de quem mais marca ganha.
E foi o Vilacovense o primeiro a marcar, decorriam 22 minutos da primeira parte, através de uma grande penalidade convertida por Bruno Carvalho. Contudo, ainda antes do intervalo o Lourosa veio a adiantar-se no marcador.
Já na segunda parte, José António aos 58 minutos, com um remate de livre, empata o jogo. O Lourosa, equipa muito lutadora, tornou a adiantar-se no marcador. Mas, o Vilacovense estava determinado em vencer o jogo. E mais dois golos, um obtido aos 75 minutos, na marcação de uma grande penalidade, por Bruno Carvalho e outro de livre por Marco Paulo acabaram por ditar o resultado de 4 a 3 a favor da equipa de Vila Cova.
Um acto há desde já a registar. O Vilacovense tem uma média de idades mais baixa que a da época anterior, com a quase totalidade dos jogadores na casa dos vinte anos, o que permite perspectivar que a equipa, em termos de índices físicos, poderá ter uma “performance” superior à da época passada.  
 
Constituição da equipa:
Guarda-Redes: Helder Esculcas;
Defesas: Clevinho, Bruno Brito, Kikas, e Nilton (substituído aos 38 minutos por Fábio Leitão);
Médios: Marco Paulo (substituído aos 80 m por António Assunção), Carlos Gomes (substituído aos 55 m por Hugo), Sérgio Gaspar (substituído aos 75 m por David Coelho) e Bruno Carvalho
Avançados: Paulo Ribeiro, José António.

Treinador: José Manuel
Directores presentes: Carlos Antunes, Paulo Freire e António Leal
Massagista: Fernando Figueiredo.
 
O Vilacovense disputará, em sua casa, o seu próximo jogo com o Seixo da Beira, no dia 7, ás 16h00.
 
 
 
 
 
 

Nuno Espinal/Marisa Antunes


publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 02 Outubro , 2007, 02:20

 

Semelhando uma conhecida frase muito empregue na época de Natal, diremos que Dia dos Idosos deve ser todos os dias.
E é esse o objectivo que, dia após dia, perseguimos nesta Santa Casa.
Daí que nada nos forçasse a eleger para este dia evento ou eventos que pretendessem excelência.
Mas, se o Dia existe com a marca que lhe atribuíram, então também não há que o ignorar.
Porque não um pequeno passeio?
Tudo planeado, piquenique previsto, guloseimas na ementa permitidas pela excepção, a fuga à rotina a marcar a diferença.
Só que o “tempo” não esteve pelos ajustes.
Nuvens ameaçadoras, previsão de chuva.
 
Por receio ao temporal, tudo se veio a passar entre as quatro paredes de todos os dias. E nem por isso deixou de haver festa.
E amanhã será outro dia…
 
 
 
 
 
 
Texto: Nuno Espinal
Foto: Carla Marques

comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Outubro 2007
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9


27



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds