publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 22 Agosto , 2007, 04:39

 

A “Senhora da Graça”, pórtico da Mata do Convento, é sem dúvida um dos recantos mais aprazíveis de Vila Cova. E é-o em especial em dias de forte calor, já que o arvoredo que a circunscreve e a fonte que tanto a caracteriza dão-lhe fresquidão de sobra e conforto.
 E porque não um trago das águas da sua fonte? A tal não se furtaram a proprietária da “Casa do Convento” Drª Margarida Figueiredo e um visitante ocasional daquele recanto, Sr. José Pereira. E eu próprio, confesso, também não. E uma vez mais fiquei preso à leitura do belo poema alusivo ao fontanário e em registo no seu frontal, da autoria do Dr. Vasco de Campos.
 
Catedral de verdes naves
Erguendo ogivas aos céus…
Aonde o coral das aves
Canta matinas a Deus
 
E talvez a memorar
Penitências de algum dia…
Um fio de água a chorar,
 Aos pés da Virgem Maria!
 
 
 
 
Texto: Nuno Espinal

 

 


comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Agosto 2007
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9

14
17




pesquisar neste blog
 
subscrever feeds