publicado por Miradouro de Vila Cova | Sábado, 11 Agosto , 2007, 11:25
 
  "In Diário de Coimbra"
Uma praia que “mete inveja” na aldeia da Benfeita

A pequena aldeia da Benfeita tem agora uma praia fluvial. O espaço foi ontem oficialmente inaugurado, mas há muito que os jovens têm ido a banhos

Desde há 30 anos que as crianças e jovens da aldeia de Benfeita, no concelho de Arganil, passam o Verão na piscina de Fernanda Nunes, a única existente na aldeia e o único espaço onde os mais jovens podiam passar uns momentos de lazer. Agora, a piscina de Fernanda Nunes deixou de ter “clientes”, com a entrada em funcionamento da praia fluvial da Benfeita. O espaço foi ontem inaugurado, mas desde há algum tempo que os jovens passam a tarde no local. E não hesitam em dizer que fazia falta, uma vez que em Benfeita não há muito mais onde ocupar o tempo de férias.
Mariana Costa, de 14 anos, tem passado as tardes na praia fluvial, um espaço onde «a água não é muito fria», e onde há também uma pequena área de areia, para esticar as toalhas, um campo de futebol e balneários. «O espaço é bom. É agradável», conta. A amiga Maria João, de 12 anos, também tem frequentado a nova praia e não hesita em dizer que está contente com o novo espaço, que fica «mais perto de casa» do que a Fraga da Pena para onde, de vez em quando ia passar as tardes. E afirma mesmo que o novo espaço, construído pela Câmara Municipal de Arganil, Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) e Junta de Freguesia da Benfeita, «mete inveja» a alguns moradores de outras terras. «Até viram a cara ao lado quando passam aqui», diz, congratulando-se com a obra que permite agora que os amigos se juntem todas as tardes no mesmo local.
Na aldeia, todos se juntaram para a inauguração do espaço e as opiniões eram unânimes quanto à importância da praia fluvial. «Está fabulosa. De duas ribeirinhas sem graça (Carcavão e Mata) conseguiram fazer uma obra destas que está realmente muito bonita», disse Rosa Maria, partilhando a opinião de Alice Vieira que, lembrando que o espaço que «era um terreno de cultivo», foi transformando «numa zona espectacular».
Uma mais-valia
para a freguesia

O presidente da junta de freguesia local manifestou «particular satisfação» pela inauguração da obra e também pela inauguração do Centro Documental Simões Dias e da Loja de Aldeia que aconteceu na mesma ocasião. Sobre a praia, Alfredo Martins afirmou tratar-se de «uma mais-valia para a freguesia». «Com a excelente qualidade das águas e o excelente enquadramento paisagístico estão criadas as condições para proporcionar um espaço agradável», afirmou, alertando, no entanto, que estas iniciativas «isoladas» terão «pouco impacto no tecido estrutural das aldeias». Lamentando a desertificação que as aldeias do Pinhal Interior estão a ser alvo, Alfredo Martins lembrou que o concelho de Arganil tem potencial turístico que é necessário explorar e, nesse campo, a freguesia da Benfeita reúne excelentes condições, com a Mata da Margaraça, a Fraga da Pena e todos os caminhos do xisto. «Urge criar o eixo turístico Piódão-Arganil», defendeu o autarca.
O presidente da Câmara Municipal de Arganil, Ricardo Pereira Alves, por seu lado, destacou a «aposta forte» do município na melhoria da qualidade de vida dos cidadãos. Uma melhoria que, tal como também referiu o presidente da junta, passa pela aposta no turismo, de que a praia fluvial é exemplo.
A obra, que foi financiada pela CCDRC (com alguma participação da Junta da Benfeita e da Câmara de Arganil) é mais um exemplo de «um investimento bem feito, que dá resultados muito positivos», referiu Alfredo Pinheiro Marques, admitindo que «vale a pena aplicar fundos estruturais neste tipo de investimentos». O presidente da CCDRC afirmou, de resto, que apesar do programa de intervenção na aldeia de xisto da Benfeita já estar terminado, o próximo quadro comunitário de apoio vai continuar a apostar nestas zonas que têm sofrido com a desertificação. Importa, afirmou, «trabalhar para que as populações comecem a regressar» às aldeias, e para isso já há «intervenções planeadas muito vastas» para as quais a CCDRC conta com o apoio das autarquias e investidores.  
 
 
Margarida Alvarinhas


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sábado, 11 Agosto , 2007, 11:17

 

Faz hoje 77 anos a nossa utente do Apoio Domiciliário, Dª Maria Justina Dias Dores, de Casal de S. João.

Os nossos Parabéns.


comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Agosto 2007
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9

14
17




pesquisar neste blog
 
subscrever feeds