publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 18 Julho , 2007, 00:30
A Dª Maria Helena Gabriel Costa não foi propriamente a típica emigrante na demanda de melhores condições de vida. Quando, durante um ano, permaneceu na África do Sul fê-lo, tão só, porque queria estar com o filho. Mas não aguentou. A sua Vila Cova foi sempre um permanente apelo e regressou.
 
Já o filho, o Fernando Manuel, esse sim. Há 17 anos abalou, tinha então vinte e um anos, por lá ficou e foi lá que casou. Tornou-se entretanto pai da Stefanie e do Bruno, de onze e sete anos de idade, estudantes. Fernando Manuel é serralheiro de alumínio e a companheira, Anabela Moreira Gabriel, é bordadeira de profissão.
 
Como foi parar à África do Sul? Simples, foi a irmã, Maria Adelaide, que o chamou. A irmã que esteve 10 anos naquele país com os filhos, mas que, por opção de vida, decidiu tornar a Portugal, sendo hoje uma residente do Porto, onde é proprietária de um pronto a vestir. É mãe do Nuno Lourenço, funcionário público e da Mónica Lourenço, empregada de escritório.
 
Resta a referência a um terceiro filho da Dª Helena, o Carlos Gabriel dos Santos, o mais velho, de 54 anos. Nunca se rendeu à sedução da emigração e, assim, por cá ficou. Casado com Maria Filomena Gomes Santos, vive na Urbanização da Ponte de Vila Cova.
 
 
Claro, a Dª Helena confessa as saudades que acumula pela ausência de filhos e netos. E o pior são os da África do Sul, bem mais distantes. Mas, que fazer? E depois o telefone sempre vai mitigando o desconsolo das distâncias. E diga-se, até, em abono da verdade!  Afinal nem tem assim tantas razões de queixa. No Natal ainda teve por companhia os dois netos “africanos” que vieram visitar a avó…”Foi tão bom…”, diz-nos.    
 
 
 
 
 
 
 
Nuno Espinal/Carla Marques
 

publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 18 Julho , 2007, 00:22
O Sr. Acácio Morgado, natural da Lourosa, Oliveira do Hospital, residente na Digueifel, celebra hoje o seu 77º aniversário. 
É nosso utente do Serviço de Apoio Domiciliário. Os nosso Parabéns.

comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Julho 2007
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13


24
26
28



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds