publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 02 Julho , 2007, 01:15
Estávamos nos anos cinquenta. Como Vila Cova era diferente!
Uma população de 400 a 500 pessoas, fechada, muito ensimesmada, afeita a valores, os que a moral distinguia, a sagrada reverência e respeitinho, muito respeitinho, para com os mais velhos, a agricultura a preponderar e a ocupar a quase totalidade dos braços de trabalho.
Na pacatez e vivência costumeira do dia a dia, do ano a ano, surgiu certa vez um estranhíssimo objecto, que despertou o entusiasmo dos mais jovens e fez desconfiar a patriarquia da aldeia.
Nem mais, nem menos, do que uma mera “mesa de ping-pong”.
Dedicou-se a rapaziada à prática e usufruição do jogo. Claro, uns joguitos, umas “pinguepongadas” e os mais hábeis a sobressaírem, a merecerem a admiração dos outros.
O João (nome fictício) era um dos modelos, era mesmo o melhor. Entusiasmou-se. E, todos os momentos que aos afazeres libertava, lá ia ele veloz, que nem uma seta, bem direitinho ao obcecado estádio da sua glória.
Soube-lhe o pai, o Ti António, desta impertinência. Entrou em desvario. ” O quê, pode lá ser? Eu dou-lhe a parvoeira! Vicíos? Era o que faltava! Deixa lá que já vais saber…
Pensou-o e não perdeu tempo. Irrompeu na sala de jogo e logo, tinha mesmo de ser, logo apanhou o João em franca exibição das proezas. A intempestividade da entrada foi de tal ordem que o silêncio logo caiu que nem um valente pedregulho. A raquete de João estatelou-se sem apelo. A bola, a pequena bola branca, parece até que se pisgou, lá para os fundos.
Ti António dirigiu-se ao alvo. Agarrou-se, em abanões, aos colarinhos da camisa esfarelada de António e, em fulminação, vociferou-lhe:
“Ah malandro. Já para casa! Ai de ti, ai de ti se te apanho aqui outra vez! Ai de ti! Ficas proibido, ouviste bem, ficas proibido de jogar o pim…o pim pam pum!
 
 
 
 
 
 
Nuno Espinal
 

comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Julho 2007
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13


24
26
28



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds