publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 12 Junho , 2007, 16:00

O Vilacovense está a um passo de se poder tornar o campeão do Torneio de Futebol de 7, que se está a realizar em Coja.

Não pode é desperdiçar pontos, em especial com equipas que estão, perfeitamente, ao seu alcance.

Sexta feira, dia 15, às 21 horas, tem uma oportunidade soberana de consolidar o seu 1º lugar, ainda que o ACTA seja uma equipa difícil.

Vamos todos a Coja, apoiar e vitoriar o nosso Vilacovense.

 

(na foto o Sr. Carlos Antunes, Presidente do Vilacovense)


publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 12 Junho , 2007, 12:38

Correspondendo ao desejo várias vezes manifestado pelo Sr. José da Silva, a Filarmónica Flor do Alva acompanhará o préstito funerário, interpretando uma marcha fúnebre.

A carrinha funerária, que transportará o corpo desde Coimbra, chegará a Vila Cova às 19 horas, iniciando-se, a partir da zona da Meda, um cortejo a pé, acompanhado pela Filarmónica, até à igreja matriz, onde será celebrada Missa de Corpo Presente.

O Sr. José da Silva sempre foi um apaixonado pela sua terra, dedicando um carinho especial à “sua Flor do Alva”.

Ainda recentemente doou um clarinete que veio a enriquecer o património instrumental desta Filarmónica.


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 11 Junho , 2007, 18:40

É com a maior consternação que comunicamos o falecimento do nosso utente do centro de Dia, Sr. José da Silva.

O Sr. José da Silva tinha sido transportado, no passado dia 7, para os Hospitais da Universidade de Coimbra, em estado de saúde considerado reservado.

Morreu hoje, de manhã, por paragem cardíaca, estando o seu funeral marcado para amanhã, às 19 horas, para o cemitério de Vila Cova.


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 11 Junho , 2007, 17:33

Celebra hoje 86 anos de idade a Srª  Dª. Alice da Glória Santos, natural de Vila Cova e utente do Apoio Domiciliário da Santa Casa de Misericórdia.

Parabéns Dª. Alice.


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 11 Junho , 2007, 15:29

É hoje aniversariante a Dª. Glória Pais, utente do Centro de Dia.

A Dª. Glória, natural de Vila Cova, faz 81 anos de idade.

Os nossos Parabéns.


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 11 Junho , 2007, 14:31

O Sr. Manuel Dias, em texto que publicamos no espaço “Opiniões”, tece mais algumas considerações sobre a questão do “Caminho de Ferro de Arganil”, um tema que tão bem estudou e que constitui, através do livro que publicou, um documento de destaque na história de Arganil, enquanto vila e concelho.


publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 10 Junho , 2007, 15:23

Receita da Dª Ilda Ferreira

 

 

 

São típicos em Vila Cova e integram a sua tradição gastronómica.

Os sequilhos, bolos ou biscoitos, a denominação fica ao critério de cada um, são excelentes para acompanhar um bom chá, ou um bom licor e até um aromatizado café.

Mas atenção! Sequilhos “à séria” só os de Vila Cova.

E para sublimar a sua excelência, nada há como a arte de confecção da Dª Ilda Ferreira.

Aqui fica a receita:

 

Ingredientes:

 

10 ovos

1 Kg de açúcar

1 Kg de farinha sem fermento

 

Preparação:

 

Batem-se muito bem, com uma colher de pau, os ovos só com o açúcar. Coloca-se este preparado dentro de um tacho (cobre ou inox), que vai a lume brando. Quando estiver um pouco morno, bate-se com a batedeira eléctrica durante cerca de 15 minutos.

Logo após, junta-se a farinha peneirada, a crivo, e mexe-se lentamente.

Prepara-se, então, um tabuleiro que se unta com óleo e que se polvilha de farinha.

Colocam-se montões do preparado no tabuleiro (1 colherada corresponde a 1 montão) que se leva ao forno a cerca de 200º, durante cerca de 7 a 8 minutos.

 

Obrigado Dª Ilda, bom apetite para os leitores


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sábado, 09 Junho , 2007, 19:17
Pois é! Eis como um mero facto equaciona toda a lógica matemática. Por exemplo, “6 + 1 = 7”.
Só que para o Vilacovense “6 + 1 = 3”.
Ou seja, 3 pontos e conseguidos sem uma palha mexer.
Mais verdadeiro ainda, sem um chuto na bola dar.
Mas, como?
Apenas porque o adversário não compareceu ao jogo.
Claro, se tivesse comparecido teríamos cabazada pela certa.
Mas, assim sendo, poupam-se os “físicos” dos nossos, o que bem preciso é.
E o 1º lugar do torneio continua nosso.
 
 
 
Marisa Antunes

publicado por Miradouro de Vila Cova | Sábado, 09 Junho , 2007, 16:51

É porventura a festa mais popular do concelho. Porque tem todos os ingredientes para o ser. Gente, música, dança e gastronomia, tudo isto de raiz bem genuína.

O espaço onde decorrem as festividades preenche ruas e ruelas entre a Praça da Câmara e a Fonte dos Amandos, e sublima a característica rusticidade de Arganil.

As “tasquinhas” expressam as gastronomias típicas de cada uma das 18 freguesias do Concelho e são ponto de encontro de bons convívios e suculentos paladares.

Vila Cova fez-se representar nos “comes e bebes” da sua “Tasquinha” pela Associação de Moradores de Casal de S. João, que, no dia de ontem, apresentou dois pratos de chamamento, o inevitável bucho de Vila Cova e os apreciados torresmos.

A Flor do Alva lá esteve a representar condignamente a freguesia, subindo ao coreto cerca das onze horas da noite e deleitando os presentes com um mini concerto, diversificado em géneros musicais e arrebatando fortes e merecidos aplausos. De facto, é cada vez maior o regalo com que é ouvida, com a superior direcção musical de Rui Quaresma.

Muitos foram os momentos artísticos da noite, desde filarmónicas a tunas passando por ranchos de folclore, tudo agrupamentos do concelho. O Rancho Folclórico de Casal de S. João lá esteve, a vincar a força e brio das suas gentes. Com efeito, a demonstração da cultura popular do concelho na sua melhor e mais conseguida expressão.

Por fim um momento inesperado mas que constituiu o fecho a chave de ouro da noite. Passava da uma da manhã e ainda se ouviam as vozes de cantadores ao desafio a toque de concertina. “O amigo de Penacova” é um exímio catedrático nas rimas, no canto, na reposta pronta e graciosa e no toque da concertina. Havemos de o trazer a Vila Cova.

 

Parabéns a todos os responsáveis por este importante certame de convívio bem popular.

No entanto, alguns reparos.

O som do palco da Praça Simões Dias merece melhor qualidade.

A Filarmónica Flor do Alva e outros agrupamentos que se exibiram no dia da inauguração não merecem repetidas discriminações, perante os representantes de Arganil e Coja, a quem é dado o espaço nobre de exibição, o palco da Praça.

A iluminação do Coreto, onde actuou a Flor do Alva, com uma iluminação deficiente, com os projectores a incidirem de frente nos espectadores e de costas para os músicos, a sombrearem-lhes as pautas de música.

 

Uma última referência. A inauguração dos “Fonte das Freguesias” na Praça Simões Dias, 18 repuchos a personificarem cada uma das Freguesias do Concelho. O de Vila Cova lá está, em primeiro plano, para quem de frente se posiciona para a frontaria do Edifício da Câmara.

 

 

 

Nuno Espinal


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 08 Junho , 2007, 15:59

A Freguesia de Vila Cova de Alva vai estar representada, nesta Feira Gastronómica, pela Associação de Moradores do Casal de S. João.

 

 

 

 


comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Junho 2007
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

14




pesquisar neste blog
 
subscrever feeds