publicado por Miradouro de Vila Cova | Sábado, 23 Junho , 2007, 23:37

Campeões, nós somos Campeões…
 
 
Amigos de Percelada? Qual quê? Amigos sim, mas de… “Porrada”. É que quando lhes faltaram argumentos para travar a superioridade do jogadores de Vila Cova os, afinal, “bem pouco” Amigos de Percelada” decidiram atirar-se ao osso dos actuais campeões, perante a complacência do árbitro da partida que, em algumas jogadas, a roçar a própria violência, deveria ter tido uma atitude mais penalizadora.
A equipa adversária entrou, no jogo, decidida a dificultar ao máximo a vida ao Vilacovense, o que se compreende já que, na eventualidade de um desfecho que lhes fosse vitorioso, fariam história neste torneio.
E apesar de terem inaugurado o marcador, o que em termos anímicos os poderia superar, foram, todavia, expedidos à sua verdadeira dimensão, já que a natural superioridade dos “vilacovenses” assim o determinaria.
Muito apoiada pelos seus adeptos, a equipa do Vilacovense marcaria o golo da igualdade, por João Dias, ainda antes do intervalo. Na 2ª parte, Bruno Carvalho converteria uma grande penalidade (derrube na área de Marco Gonçalves) e garantia, assim, a vitória do Vilacovense, e consequente conquista do Torneio de Coja de Futebol de 7.
Quando o árbitro deu por concluída a partida, num jogo que não deixou de ser muito sofrido, foi a natural festa de jogadores e adeptos, adeptos que, há que realçá-lo, sempre apoiaram a equipa, nunca pondo em causa a esperança de vitória.

O Vilacovense alinhou com:
Helder Esculcas (guarda-redes), Carlos Gomes (capitão); Paulo Ribeiro, Marco Gonçalves, Marco Martins, Sérgio Gaspar, Bruno Carvalho, João Dias e Luis Carlos.
 
Zé Tó, por lesão, não jogou, mas não deixou de estar nas bancadas a apoiar os seus colegas.

Directores: Carlos Antunes e António Leal.
Treinador: José C. Quaresma.
Massagista: Fernando Figueiredo.

Helder Esculcas foi considerado o melhor guarda-redes do torneio. Em sete jogos sofreu apenas cinco golos, com uma diferença bastante significativa  de todos os outros guarda-redes. Tendo em conta que é um guarda-redes da Inatel e que se confrontou com guarda-redes que jogam na distrital, o prémio que conquistou tem ainda mais sabor e, obviamente, maior valor.
 
Para o Vilacovense caiu o pano. Parabéns aos jogadores, parabéns ao treinador, dirigentes e massagista.
Somos Campeões. A Taça é nossa!
 
 
 
 
Marisa Antunes

comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Junho 2007
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

14




pesquisar neste blog
 
subscrever feeds