publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 11 Fevereiro , 2008, 22:50

 

Quase não houve Irmandade que não se representasse neste “Encontro”, respondendo à chamada do Arciprestado de Góis. Vieram de todo o lado, dos Concelhos de Arganil e Góis, e juntaram-se em Coja, localidade escolhida, desta vez, para a jornada.
Não é a primeira vez que as Irmandades se juntam já que antes, e sempre com a convocatória do Arcipreste Carlos Cardoso, estiveram em convívio em Góis, em 2006 e no Sarzedo, em 2007.
Foram seguramente mais de duas centenas os “irmãos” que, pelas 14,30 H da tarde de Domingo, se juntaram, devidamente trajados, em representação das suas Irmandades, no Pavilhão Gimnodesportivo de Coja, para darem início ao programa do “Encontro”
No Pavilhão houve tempo para reflexão e diálogo, tudo sob a orientação de um sacerdote da escola de leigos da Diocese de Coja.
As Irmandades, uma a uma, foram-se apresentando, cabendo essa missão, por parte da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Vila Cova, ao Vice Provedor Sr. José de Carvalho.
Finda a sessão no Pavilhão de Coja, as Irmandades, cada uma em formação atrás da sua bandeira, dirigiram-se em Procissão para a Igreja Matriz de Coja, onde foi celebrada Missa pelo Padre Dinis.
Para o ano haverá novo “Encontro”. Porque não em Vila Cova?
 
 
Nuno Espinal/Carla Marques
Fotos: José Santos

comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Fevereiro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9


20

25
28


pesquisar neste blog