publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 24 Janeiro , 2008, 23:33
Aproxima-se o Carnaval. Daí que já estejam em marcha os preparativos para os festejos em Vila Cova. E como tem sido hábito nos últimos anos é a Flor de Alva que mete “mãos à obra” pelo que, para tal, organizará o cortejo de Domingo e outros divertimentos.
Tivemos uma curta conversa com o Presidente da Filarmónica, Sr. José Raimundo. O tema, claro, os festejos de Carnaval.
 
Miradouro: O programa, este ano, traz uma novidade: os bailes à moda antiga…
 
José Raimundo: Queremos que o Carnaval seja um grande convívio, atraente para todos os vilacovenses. Um convívio de alegria, de boa disposição, em que as pessoas se divirtam. Para isso não fazia sentido que trouxéssemos música que não é muito bem recebida pelos mais velhos. Um bailarico tal como se fazia antigamente tem o consenso de toda a gente, até pela sua própria bizarria, por permitir um ambiente de grande convívio e divertimento. Meia dúzia de músicos, a agruparem-se naquilo que antes se chamava o “Concerto”, a tocarem modas antigas e também actuais.
 
Miradouro: E quanto ao cortejo? Há alguma novidade?
 
José Raimundo: A principal atracção do cortejo é sempre a crítica social, a paródia às questões que fazem parte de um certo quotidiano da freguesia, a espontaneidade e graça criativa dos vários carros. As novidades em cada ano são isto mesmo, o inesperado, as brincadeiras, sempre diferentes, que se fazem.
 
Miradouro: E quanto a apoios?
 
José Raimundo: Os principais apoios vêm daqueles que participam no cortejo e o fazem por espírito folião mas também de colaboração. A eles o nosso muito obrigado.
Claro que temos despesas, mas contamos conseguir saldá-las, com as doações de todos, pequenas que sejam.
Entretanto, o Sr. Presidente da Junta enviou-nos uma carta prometendo disponibilizar-nos uma verba desde que o Carnaval seja aberto a toda a freguesia e “as pessoas não sejam denegridas”. Quanto ao primeiro ponto não há qualquer dúvida. Ao Carnaval que organizamos mal seria se não associássemos as colectividades de Vinhó e S. João. Quanto à expressão denegrir ninguém mais do que nós pretende evitar a difamação, a calúnia, a intervenção na vida particular de cada um. Só que nós não somos nenhuma autoridade policial e se surgirem “panfletos” que não respeitem as regras do bom senso e de respeito ninguém nos pode apontar qualquer culpa ou responsabilidade. Mas, uma coisa também é certa. O Carnaval sempre foi um período por excelência da “crítica social” da “partida”, do “dito picante”, da “troça política”. Disso não abdicamos, até porque isso é que dá o paladar específico ao Carnaval. E estamos em crer que o próprio Presidente da Junta estará de acordo connosco.
 
 
 
 
Nuno Espinal foi o interlocutor do Miradouro
Foto de Carla Marques  
 

vizitante do miradouro a 26 de Janeiro de 2008 às 22:10
Sou 1 vizitante do miradouro e tenho uma grande duvida, exte site e do miradouro oh da filarmonica? E k nao xego a perxeber,a tantax inxtituicoes na terra de vila kova e a unika k ali se ve falar é da filarmonica. A filarmonica paga kota ao fim do mes ou é meio a meio? Exte n é o site do miradouro nem da santa kasa max xim o site de apoio a filarmonika. E agora ainda poem aki um fulano a dar uma entrevixta em k dix k gosta dos versos entao é pk ele e a trupe dele k ox exkrevem max algunx n ox poem la, ate ox exkondem. O sr presidente da junta k sabe o k dix nunka o ka puzeram a dar uma entrevixta nem a dar opiniao xobre nada, o presidente do grupo dexportivo idem axpax axpax, outrax acociacoex, outros eventox nada mostrao xo o da filarmonika k k exta barriga moxtra k ker é taxo. Agora percebi k exte é o site da filarmonika, podiam dixer-me kual é o de vila kova? O sr prexidente da junta fax mto bem em nao apoiar a kritikarem o trabalho feito, pk xo fala kem tem k xe lhe diga

Anónimo a 29 de Janeiro de 2008 às 14:49
Ao senhor (a) visitante em vez de criticar e não dar a cara faça o contrario, dê a cara e faça melhor.Mais a mais se o presidente da filarmonica não sabe o que diz olhe que opresidente da Junta de Freguesia também ainda tem muito que aprender a falar.

comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Janeiro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9



27


pesquisar neste blog