publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 26 Dezembro , 2007, 17:54
Escrito por:
José Oliveira Alves
 
 
 
 
 
 
Era uma vez uma menina que cedo perdeu pai e mãe.
Foi criada com os avós.
Um dia, num baile, apareceu o seu príncipe. E bastou uma vez para que não mais se esquecessem um do outro.
Como a menina era ainda nova, os avós trataram de a proteger; mas o amor falou mais alto.
Casaram há mais de 60 anos ...
Tiveram quatro filhas.
Abandonaram a terra pobre onde viviam para poder educar as suas filhas e dar-lhes tudo o que pudessem.
A todas deram um curso superior.
Quando chegou a sua vez e por ordem de idade, as filhas foram casando e tiveram filhos - oito ao todo.
Vamos lá contar: casal patriarca(2)+4casais (8)+8netos = 18.
Porém, porque Deus chamou a si inesperadamente e contra a lógica da vida um dos genros, a Família sofreu um rude golpe, empobreceu e ficou reduzida a 17 pessoas.
Todavia, também os netos cresceram e quatro já casaram dos quais três já tiveram filhos (4 para já).
Vamos lá refazer as contas: 17+4 (maridos das netas)+4(bisnetos) = 25.
Os filhos são uma riqueza. Esta Família quer ser rica.
Assim é que se aguardam dois nascimentos, o da Inês e o da Mafalda, a Inês está mesmo a chegar e a Mafalda virá sábado da Aleluia para ainda provar as amêndoas.
O Casal Patriarca sentará, assim, à sua mesa 27 pessoas, mas há sempre lugar para mais um... ou uma ...
Apesar de cansados, sobre tudo pelo barulho e alguma confusão, ficam muito felizes, em particular, pelo Natal.
O Patriarca escolhe sempre e corta o pinheiro ajudado pelos netos e, agora, também pelos bisnetos e vive intensamente esta quadra.
O Pedro faz o Presépio e a árvore é enfeitada com os palpites e sugestões de todos, o musgo é apanhado pelos mais pequenos.
Invariavelmente, olhando a lareira com sonhos de menino não sonhados ou o comprimento da mesa, o Joaquim, do alto dos seus 87 anos, costuma dizer: "Ó Gena, lembras-te, éramos só nós os dois, olha agora !!!!"

comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Dezembro 2007
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
15


25



pesquisar neste blog