Clique para Ouvir
publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 25 Abril , 2018, 19:52

É com profundo pesar que participamos o falecimento da Srº. Dª. Fernanda Batista Fernandes, víuva do Sr. António da Silva Fernandes, que era natural de Vila Cova. A Srª. Dª. Fernanda Fernandes, era mãe da Srª Dª. Paula Fernandes e do Sr. Joaquim Pedro Fernandes, tia do Dr. Nuno Espinal e do Sr. Joaquim Espinal, tinha 80 anos de idade e faleceu hoje, por doença, estando o seu funeral marcado para amanhã, quinta feira, com saída da Igreja da Boa Hora, em Lisboa, onde o corpo se encontra em câmara ardente.

Apresentamos à  Família as nossas condolências.

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 24 Abril , 2018, 00:01

14942810_s979p.jpg

 

Segundo a tradição, a Festa de Santa Cruz deve ser celebrada a 3 de Maio. Contudo, por razões conhecidas, quando este dia não coincide com um domingo, a Festa é marcada no domingo mais aproximado da data de 3 de Maio. Seguindo este procedimento, este ano a Festa vai ser comemorada no domingo 6 de Maio. A hora a que se celebrará a Missa será às 10h e 15m.

O que muitos vilacovenses ainda não sabem é que o dia 3 de Maio não é o dia que a Igreja oficializa como o dia de Santa Cruz. É sim o dia 14 de setembro, e isto desde há alguns anos para cá, já que o calendário da Igreja Católica assinala aquela data de setembro como sendo o dia de Santa Cruz.

Todavia os vilacovenses parece nunca terem aceitado aquela data. Vem a propósito transcrever parte de uma Ata de uma reunião da Mesa Administrativa da Santa Casa em que o assunto foi abordado. E concluir que, naquela altura, a força da tradição era mesmo uma força.

 

Aos três dias do mês de Abril de mil novecentos e setenta e três reuniu a Mesa da Santa Casa e os irmãos convocados a fim de tratarem os seguintes assuntos:

Primeiro: Tendo sido apresentado pelo Pároco da Freguesia, Reverendo Januário Lourenço dos Santos, que o dia de Santa Cruz, em 3 de Maio, fora mudado liturgicamente e não podendo fazer-se a festa como em anos anteriores, para a Mesa e Irmãos escolherem outro dia, estes não concordaram com outro dia, sendo da opinião que se assinalasse o dia três de Maio com uma Missa rezada.

/…/

 

Nuno Espinal


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 20 Abril , 2018, 01:58

folques.jpg

 

Foi ontem, dia 19, celebrada escritura pública, referente a um contrato de doação, em que foi doadora a Sr. Dª Graça Esteves, residente em Arruda dos Vinhos, e donatária a Santa Casa de Misericórdia de Vila Cova de Alva, representada no ato pelo Provedor da Instituição, Dr. Nuno Espinal, em Cartório Notarial situado em Miraflores, Oeiras.

Desta doação constam dois prédios urbanos e doze prédios rústicos, situados na Freguesia de Folques.

Em próxima edição desenvolveremos esta notícia.


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 18 Abril , 2018, 14:52

Malta18.jpg

 

O tempo corre a uma velocidade incrível. “Já vamos no XI Encontro da Malta”. E se desde o “I Encontro”, que medeia um espaço de dez anos, o tal tempo psicológico foi-nos célere no seu percurso, que dizer do tempo que medeia desde os momentos áureos da nossa juventude, em que Vila Cova era, nos períodos das nossas férias escolares, ponto de encontro das nossas vivências em época tão representativa da história contemporânea?

De facto, é verdade que parece que foi ontem! Mas, já lá vão uns quarenta, cinquenta anos…

Os ícones do cartaz, com composição do Henrique Gabriel, são elucidativos de uma época que foi marcante na rutura de barreiras conservadoras. Fomos protagonistas de muitas mudanças na nossa compreensão da urgência de um movimento universal conducente a um outro mundo.

E, nós, jovens de um cantinho à beira mar plantado, apesar do regime repressivo em que vivíamos, tivemos a nossa quota parte de ação no movimento universal que carreou a humanidade a novas mentalidades e a um outro futuro.

Por isto, estes ícones tão universais são também muito nossos.

Viva a “Malta”, Viva o nosso “XI Encontro”!

 

Nuno Espinal


publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 15 Abril , 2018, 16:01

Grupo 2018.jpg

 

Já a partir deste mês e nas instalações da Casa do Povo, gentilmente cedidas por esta entidade, e com o apoio da União de Freguesias, o grupo retomará os ensaios da sua nova peça, com estreia prevista para Junho em Vila Cova de Alva e prometem dinamizar o espaço através da apresentação dos seus espectáculos, bem como com a realização de encontros de teatro amador que contarão com a presença de grupos de fora do concelho, através de ações de intercâmbio, que trarão uma maior riqueza e diversidade cultural à nossa União de Freguesias.

O entusiasmo demonstrado por todas as entidades (Casa do Povo, União de Freguesias e Santa Casa da Misericórdia de Vila Cova de Alva) que tiveram, desde o início, envolvidas neste retorno dos Gorgulhos à freguesia onde nasceram, muito satisfez o grupo que agradece a simpatia e carinho com que foi recebido por todos e que, dentro da sua linha alegre e divertida de encarar o teatro e de o fazer chegar até nós, promete notícias frescas em breve, acerca dos eventos que estão já a ser equacionados para os próximos meses. Vamos estar atentos.

 

Os Gorgulhos


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 13 Abril , 2018, 22:02

solar1 013.JPG

 

Do velho “Solar dos Mesquitas” já quase nada resta. No chão, bem perto das escadas da Igreja, uma placa que, por mais de um século, se tornou um verdadeiro ícone da fachada do solar, com uma inscrição que se nos fixou à memória: “JAM 1898” (JAM: José de Abreu Mesquita).

As velhas paredes deste casarão, que iam teimando a sua resistência, sujeitas que foram às labaredas de Outubro e às intempéries deste tão prolongado inverno, cederam as forças finais à máquina demolidora que as fez tombar para sempre.

Claro, tinha de ser. Mas dói, dói até muito, principalmente aos mais velhos, tão habituados a encherem a vista do parceiro de há anos da Matriz.

Agora, daquele espaço, nasce um vazio, um buraco. Mas, há que sublimar! E não tarda que digamos: No Adro, onde antes era o “Solar”, desfrutamos agora de uma vista de encher o olho!

Que assim seja, porque daquele futuro nada se sabe. Do que vai ali ser feito há um silêncio e um mistério. E nem os da nossa autarquia local têm um pingo sequer de informação.

Aguardemos…

 

Nuno Espinal

 

solar1 001.JPG

 

solar1 015.JPG

 

solar1 009-001.JPG

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 13 Abril , 2018, 12:03

unnamed-44.jpg

 

Está já assegurado um grande momento de Fado, na noite de sábado, dia 26 de maio, integrado na “Mostra de Sabores e Lavores”, em Vila Cova.

Trata-se de um espetáculo, protagonizado pelo Grupo “Fado ao Centro”, de Coimbra, com o título de “Fado Cruzado”, e que propõe os Fados de Lisboa e de Coimbra, que terão interpretações próprias e que no fim do espetáculo se irmanarão, proporcionando momentos únicos.

“Fado Cruzado” é um espetáculo que propõe um encontro de sons portugueses. Fados irmãos que o tempo afastou e que aqui se juntam como se dois destinos se cruzassem para nunca mais serem os mesmos. Lisboa, Coimbra … Portugal. Em Fado Cruzado poderá ouvir e sentir o som da alma de um povo que surpreendeu o mundo com a sua capacidade de descobrir novos caminhos.

Uma grande noite que celebrará muito do que é a essência da Cultura Musical Portuguesa.

 

Nuno Espinal


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 12 Abril , 2018, 05:30

_DSC4971.JPG

 

A Zurich, a conhecida companhia de seguros, através do seu “Help Point”, projetou uma Missão que tem um objetivo: apoiar a reflorestação de Vila Cova de Alva, escolhida como Aldeia Zurich.

Esta reflorestação, de cerca de três mil árvores, está anunciada, através de um “Mega.Evento”, segundo a própria divulgação da empresa, a partir de um dia a marcar em outubro de 2018.

Para que esta escolha recaísse sobre a nossa Vila Cova, não terá sido alheio o empenho e sugestão da Ana Cristina Nascimento, funcionária daquela empresa, que tem demonstrado uma paixão sem limites pela terra onde sua mãe e avós nasceram.

Para anunciar o acontecimento uma comitiva representativa da “Missão Zurich” esteve em Vila Cova no passado sábado, aproveitando a celebração do centenário da “Flor do Alva”.

A convite do Executivo da União de Freguesias, a comitiva de dez elementos, chefiada pela Dra. Fátima Silva, Diretora na Empresa, participou no almoço do centenário, tendo antes, nas escadas que acedem à Casa do Povo, sido realizada uma cerimónia que consistiu na entrega de um Bonsai Ficus, planta de interiores originária do Japão, como símbolo do  compromisso de pessoas ligadas à “Zurich Helppoint”  regressarem  “em peso, todos juntos (colaboradores, agentes, prestadores, parceiros etc….) a Vila Cova de Alva em outubro 2018 para plantarem 3000 árvores”. Isto mesmo foi anunciado pela Dra. Fátima Silva, que fez a entrega do Bonsai ao Presidente da Câmara, que por sua vez a depositou nas mãos do Provedor da Santa Casa, Instituição que se responsabilizará pelo crescimento da planta.

Os dois fizeram o agradecimento pelo gesto da Zurich, na pessoa da Dra. Fátima Silva e salientaram o alto significado e a importância desta Missão como ajuda na imprescindível reflorestação de Vila Cova e do Concelho.

 

Nuno Espinal

 

_DSC4977.JPG

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 09 Abril , 2018, 21:06

20180409_174132.jpg

 

Mais uma derrocada em Vila Cova, ainda que naquele espaço não tenha sido a primeira. A ver vamos o que vai suceder em próximos dias, já que a meteorologia mantem previsões de muita chuva. A grande questão e que preocupa, e muito, são possíveis derrocadas que podem trazer danos, com a possibilidade de provocarem vítimas mortais.  

É altura de as autoridades competentes considerarem, de vez, Vila Cova. Adiar soluções, que urgem, pode conduzir a situações  gravosas. Entre outros perigos, a estrada, na zona da "Meda", tem condições potenciais de provocarem uma tragédia.

 

Nuno Espinal

Foto: Mónica Ferreira

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 08 Abril , 2018, 21:54

_DSC5080.JPG

_DSC5060.JPG

_DSC5063-1.JPG

_DSC5066-002.JPG

 

_DSC5088.JPG

 

_DSC5091.JPG

 

_DSC5068.JPG

_DSC5119.JPG

_DSC5133.JPG

041.JPG

 


comentários recentes
Parabéns à Flor do Alva pelo centenário que acaba ...
Visão esclarecida e preocupada de um preclaro cida...
parabéns Dª Lucília silva tudo de bom
também para si um bom ano novo senhor Nuno Espinal...
Obrigado, um bom ano também para si, Um grande abr...
Partilho, caro Espinal. Um bom ano, amigo
Na minha aldeia - Torroselo -, o leilão de oferend...
Parabéns! Bjs
os meus sentimentos a família
É COM SINCERA TRISTEZA E DESOLAÇÃO QUE VEJO, TAMBÉ...
Abril 2018
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
14

16
17
19
21

22
23
26
27
28

29
30


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds