Clique para Ouvir
publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 29 Dezembro , 2016, 20:57

 

IMG_2473.JPG

 

Tornemos ao Cepo de Natal da Praça. Alguns dos leitores do Miradouro consideraram-no um “perpetuum” da tradição. Comentários como a “tradição ainda é o que era”, foram convictamente referidos por alguns.

Terão as suas razões e há que as respeitar.

Porém, permitam-me a minha, com a garantia de que todas as que nos chegarem serão de igual modo publicadas.

Não considero, nos últimos anos, o arder do Cepo em Vila Cova, como uma manifestação que se inscreve no perpetuar da Tradição. É sim, para mim, uma recriação da Tradição. Não é um “continuum”, que se manifesta em cada ano, algo que naturalmente acontece, mas sim uma intermitência, tão pouco concretizada com regularidade.

Para além do mais, há todo um envolvente social que se desvaneceu e retirou a ambiência típica que se ligava ao arder do cepo.  

Logo que terminada a Missa do Galo, a muita gente, que na Matriz tinha estado presente, dirigia-se à Praça onde o Cepo já ardia. Aí muitos eram os que, em torno do braseiro, permaneciam por largo tempo, mãos estendidas ao conforto do calor.

Ora, a Missa do Galo já há muito que se não realiza e, daí, o Cepo deixou de contar com todos aqueles que dela regressavam.

Por força de hábitos impostos pela globalização, a noite de natal passou a ser festejada em núcleos familiares, à volta de mesas abastadas.  

Na já madrugada de domingo passado, em plena noite de natal, eu e o António Simões (Casa do Convento) demos um salto, cerca da 1 hora da manhã, à Praça, a fim de vermos o Cepo a arder. Encontrámos apenas dois jovens que, laboriosamente, iam ajeitando as brasas ainda em fase debutante. “Pouco depois da meia noite ainda se formou aqui um grupo, mas minutos depois foi-se tudo embora”, disse-nos um deles. E continuou: “há gente de Vila Cova que foi passar a noite em Coja e Arganil, em casa de familiares. E outros ainda, neste período, estão em Lisboa e Coimbra”.

Considerando a atualmente diminuta população de Vila Cova, maioritariamente idosa e o frio intenso que fazia, tudo junto explica este crepitar quase solitário do Cepo, a contrastar com tempos gloriosos em que, ininterruptamente, era um ícone imprescindível em cada noite de natal.

 

Nuno Espinal


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 26 Dezembro , 2016, 20:55

IMG_2524.JPG

 

Praça, em Vila Cova, dia de natal, às quatro da tarde.

Roçaga nos rostos o calor bem-vindo do cepo a arder, enquanto o sol enfraquecido já descai.

Somos não mais que uma dezena, olhos postos no avermelhado braseiro, de onde se recortam, para alguns, imagens de tempos com dezenas de anos.

Recordações de natais, espevitadas nos estralejos do fogueiro, a motivarem ditos que se vão soltando de uns e de outros:

-Aqui há uns anos, a esta hora, já o leilão de natal estava feito.

-Ainda me lembro do Sr. Prior, como leiloeiro…

-Ovos, galinhas, borregos, licores, cabos de cebola, pão de ló, bucho, o fato do Menino Jesus e tantas mais coisas…

-Vínhamos do Adro, em procissão, a cantar e já na Praça deixávamos as oferendas nas escadas da casa que hoje é da Guida Melra. Depois era o leilão.

-E a Missa do Galo? Agora, se a querem, só na televisão…

-Depois da Missa do Galo o povo juntava-se, na Praça, em redor do Cepo… havia comezaina e a confraternização durava até às tantas.

-Éramos todos uma Família...

-Que saudades!...

Da Matriz, adornadas em cânticos de natal, as badaladas das cinco da tarde. O frio adensa-se e cada um debanda para sua casa.

E as fumarolas vindas do cepo ainda têm aromas de tempos antigos.

 

Nuno Espinal

 

IMG_2518.JPG

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sábado, 24 Dezembro , 2016, 19:00

IMG_20161221_143800-001.jpg

 

Gesto simples e lindo. Utentes do Centro de Dia puseram-se ao trabalho e fizeram, na cozinha das nossas instalações, bolos rei que ofertaram aos demais utentes da Instituição.

Pouco importa se, em apreciação gustativa, os bolos seriam alguma arte de pastelaria.

O maior sabor dos bolos esteve na alegria com que foram confecionados. E mais: no prazer com que foram ofertados.  

Afinal, são estes momentos que nos fazem verdadeiramente sentir o Natal.

 

Nuno Espinal

 

IMG_20161221_144239.jpg

SAM_1065.JPG

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sábado, 24 Dezembro , 2016, 09:10

Em período de Natal, os jogadores do Vilacovense estão em pausa competitiva. Em janeiro regressarão aos jogos, na expetativa de se qualificarem para a fase seguinte. A classificação atual, da série em que competem, dá boas perspetivas para que esse objetivo seja atingido.

 

FB_IMG_1482487793542-1.jpg

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 23 Dezembro , 2016, 18:37
Desejamos a todos os nossos amigos de Vila Cova, sem excepção, estejam onde estiverem, um SANTO E FELIZ NATAL e um ANO NOVO MUITO PRÓSPERO.

 

Ana Maria, Abilio Pinto  e Clarinha

publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 23 Dezembro , 2016, 09:13

IMG_20161217_122212.jpg

 

A distribuição de prendas aos utentes, um gesto que se repete em cada Natal na Santa Casa, tem data marcada aquando do almoço em que todos nos reunimos no Edifício do Centro de Dia.

Mas, nem todos têm condições que lhes permitem a deslocação. Para esses nossos utentes, o Natal, neste significativo gesto, também se cumpre da nossa parte. É, assim, que o nosso “Pai Natal” se deslocou às suas casas. Aqui fica o registo desses momentos.

E, amanhã, tal como ontem, tal como todos os dias, lá estaremos de novo a bater às portas das suas casas. Não com o simbolismo da prenda. Mas, no serviço que diariamente lhes prestamos.

Afinal, se a solidariedade é um procedimento que tem uma imagem tão divulgada nestes períodos de Natal, então bem poderemos afirmar que Natal, para nós, é todos os dias.

Em boa verdade, nada mais que a nossa obrigação. Apenas, com um acrescento. Ação que intentamos sempre com o maior carinho e devoção. O que continua a ser uma nossa obrigação.

 

Nuno Espinal  

 

IMG_20161217_121321-001.jpg

IMG_20161217_120342.jpg

IMG_20161217_123514.jpg

IMG_20161217_125732.jpg

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 22 Dezembro , 2016, 01:26

P_20161221_122528_BF-1.jpg

 

O Centro de Dia da Santa Casa de Misericórdia de Vila Cova de Alva foi hoje visitado por um grupo de jovens da “JSD”, que ofertou à Instituição géneros alimentícios, na sequência de uma campanha solidária realizada junto de superfícies comerciais de Arganil.

Os jovens, fotografados com funcionárias da Instituição nas nossas Instalações, já receberam uma mensagem de reconhecimento por parte do Provedor da Santa Casa, que se mostrou sensibilizado pelo gesto solidário e de grande sentimento natalício demonstrado para com todos aqueles que são apoiados pela instituição que dirige.    

 

P_20161221_122147.jpg

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 20 Dezembro , 2016, 02:40

SAM_1060.JPG

 

A D. Adélia Fernandes é uma nossa utente do Apoio Domiciliário, em Vinhó. Pois bem! Ontem, dia 19, deslocou-se ao Edifício do Centro de Dia em Vila Cova, por uma exclusiva e própria razão. Festejar os seus 85 anos junto dos utentes que, em Vila Cova, frequentam as nossas instalações e partilhar, assim, momentos de festa, animação e convívio.

Um gesto que deu um sabor especial ao bolo de aniversário, que foi pretexto, como é habitual, para o sopro das velas e a velha cantoria dos “Parabéns a Você”.

Mas esta Festa foi acrescida com um outro aniversário.  O da animadora Fernanda Santana, ainda que, no seu caso, desconheçamos os anos que já tem somados na vida. De certo, ainda naquela mancha etária em que, segundo a voz do Povo, a uma senhora não se deve perguntar a idade.

Parabéns D. Adélia, Parabéns cara Fernanda.

 

SAM_1059.JPG

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 19 Dezembro , 2016, 12:06

IMG_2399 (2).JPG

 

Em ambiente mais recatado, mas de total informalidade e boa disposição, realizou-se sábado passado o almoço de Natal da Santa Casa, especialmente dedicado aos utentes. Estiveram presentes, para além de dirigentes da Instituição, alguns convidados, nomeadamente o Presidente da União de Freguesias, Sr. António Tavares, representantes dos Centros Paroquiais de Coja e Benfeita, respetivamente o Sr. José António Lopes e o Sr. Martinho, e da Associação de Moradores de Casal de S. João, Sr. Arménio. Estiveram ainda presentes representantes de Associações de Vila Cova, nomeadamente do Vilacovense, D. Telma Raimundo e da Flor do Alva, Sr. José Raimundo.  

Há ainda a sublinhar a presença de antigas funcionárias da Instituição, tais como D. Judite Ribeiro, D. Júlia Santos e D. Cila.

Foram oferecidas prendas aos utentes e formulados, no período de usos de palavra, votos de Boas Festas por parte dos convidados institucionais e do Provedor da Santa Casa, Dr. Nuno Espinal, tendo este agradecido a presença de todos e sublinhado, dirigindo-se especialmente aos utentes, serem eles a exclusiva razão da existência da Santa Casa, na sua função de Solidariedade Social.  

 

IMG_2397.JPG

 

IMG_2396.JPG

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 19 Dezembro , 2016, 11:42

IMG_2387-001.JPG

 

Tambor, adufe, ferrinhos, reco-reco, pandeireta, tarola e tudo o que barulho fizesse é certo que estaria convocado à chinfrineira rítmica que acompanhou os dedilhares de viola e a voz do Silvino Lopes, em músicas do nosso cancioneiro popular, a avocarem a participação vocal dos convivas presentes. E foi nesta total informalidade que a “minha gente” se divertiu no jantar de Natal que reuniu dirigentes, trabalhadoras, colaboradores e respetivos familiares, realizado sexta à noite no restaurante D. Isabel, em Venda de Galizes.  

Houve mesmo festa, muita animação, graças à disponibilidade anímica dos presentes. E quando assim é cumpre-se a principal finalidade destas festas de Natal.

 

SAM_1037.JPG

 

SAM_1029.JPG

 

SAM_1033.JPG

SAM_1038.JPG

SAM_1052.JPG

SAM_1042.JPG

 


comentários recentes
Parabéns Vila Cova do Alva e toda a sua gente.Um g...
eu gostaria muito de estar a ai para ajudar porque...
Também digo em relação à minha terra - "Torroselo...
parabens para a dona natalia e muitos anos de vida
Os meus sentimentos a familia gostava muito desta ...
Já agora que pintem a fachada da igreja...serviço ...
Parabéns, D. Albertina, pelos seus 95 anos e desej...
parabens e muitos anos de vida gosto muito de si
parabéns dª Albertina muito anos de vida pela fren...
Dezembro 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
14
17

21

25
27
28
30
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds