Clique para Ouvir
publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 31 Março , 2014, 21:03

Não há que esconder a verdade. A situação financeira da “Flor do Alva” está longe de ser confortante, considerando os resultados do exercício de 2013. No saldo entre Receitas e Despesas o número apurado é negativo, ou seja, o montante apurado nas Despesas é superior ao apurado nas Receitas e este montante é de 3.225,26 Euros.

Para este saldo negativo há a considerar uma despesa extraordinária realizada em 2013, referente à compra do novo fardamento dos músicos, cujo custo foi de 2.815,71 Euros. Ainda assim, inexistente que fosse esta despesa, o saldo manter-se-ia negativo em 409,55 Euros.

O ressarcimento total das Despesas foi, contudo, possível pelo recurso ao Capital de Ativos Circulantes da Instituição, nomeadamente uma conta a prazo da qual foram subtraídos 5.000 Euros. Com estes 5000 Euros saldou-se o montante negativo apurado de 3.225,26 Euros, tendo o remanescente de 1.774,74 Euros sido colocado numa Conta Depósito à Ordem.

Um dos fatores que contribuiu para que o montante financeiro das Receitas tenha diminuído está relacionado com o decréscimo do número de contratos relativos às festas em que a Filarmónica participa. O número de contratos do ano de 2013 não passou de dezasseis, quase metade do que habitualmente sucedia em anos anteriores. Razão deste abaixamento: A crise, como é óbvio, a provocar um retraimento da parte de mordomos de festas em que a Flor do Alva, potencialmente, poderia ser convidada. E atenção! O número de contratos formalizado para o ano corrente ainda não passou de doze.  

Ainda que preocupante de momento, o futuro financeiro da Instituição não é de molde a considerá-lo como não passível de solução. Para isso pede-se um esforça a todos. À comunidade obviamente, com os donativos possíveis. Aos Músicos e Maestro, decrescendo o montante das suas gratificações. Um decréscimo de 5%, que seja, nas gratificações, resultará numa diminuição das Despesas/Ano em cerca de 530 Euros. Almoços de angariação de fundos, sorteios e rifas e peditórios poderão ser uma fonte importante para as Receitas, desde que haja o contributo de todos.

Outros procedimentos e ações contribuirão por certo, para que a Flor do Alva não submerja por via do fator financeiro.

Vamos confiar. Viva a “Flor do Alva”.

 

 

Nuno Espinal (Sócio nº 18)


publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 30 Março , 2014, 22:16

 

Já uma vez o dissemos: O padre Rodolfo chegou, faz e vai vencendo. E mais! Se político fosse tinha garantida uma qualquer eleição. Discurso não lhe falta, de resto muito direto e carregadinho, quantas vezes, de emocionalidade. Ele próprio o diz. «Mais do que as ideias, do que as teorias, do que a racionalidade, importa acima de tudo a palavra que vem do coração». Mas o Padre Rodolfo tem, como marca de ADN, ainda mais: no discurso… quando promete cumpre. Concretizemos então: hoje, por exemplo, foi um domingo especial para Vila Cova. Prometeu obras na Matriz, imprescindíveis para o estanque de uma degradação que galopava a olhos vistos. Reparações básicas, a envolverem tetos e paredes. E a obra aí está, no essencial, já acabadinha. Prometeu e cumpriu.

A Matriz, em pleno “domingo gordo”, reabriu portas ao culto dos fiéis. Alindada, com telhado novo, paredes retocadas e pintadas no interior e bancos envernizados. «Falta uma pintadela no exterior» – referiu o Padre Rodolfo. E disse mais: «Digo pintadela, ou seja uma pintura para uns três anos, não mais, já que as paredes têm de ter tempo para secar de vez. Depois, já sem a humidade que tantos as encharcou por infiltrações, então, sim, uma pintura com outra duração no tempo».

«Cada coisa a seu tempo», continuou ainda o Padre Rodolfo, perante os fiéis que acorreram hoje à Missa. «Inclusivamente» – acrescentou - «o arranjo das talhas do Altar e dos caixotões de telas pintadas do teto. Esta será a obra artística. Para já não é possível. Mas vamos tentar, logo que surja oportunidade, recorrendo à eventualidade de apoios de fundos comunitários».

 

Hoje, terminada a Missa, vi muitos Vilacovenses com sorrisos largos e felizes. E com razão. É que, como dizia o Padre Rodolfo «nós, em Vila Cova, temos agora Igreja para receber com orgulho qualquer forasteiro».

Bem-haja Sr. Padre Rodolfo. E um obrigado também, corroborando palavras suas, aos dois trabalhadores e arquiteto da obra, e a todos quanto ajudaram, prestando serviços nos domínios dos seus saberes e artes.

Agora há-de vir o peditório. Com estes gastos, o cofre do Conselho Económico da Paróquia é fonte que secou. Dela nada escorre. Vamos, pois, ajudar. Será, então, altura de todos nós deixarmos o nome inscrito no apoio a esta restauração.

 

Nuno Espinal  

 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 28 Março , 2014, 20:56

É com enorme pesar que recebemos a notícia do falecimento da nossa querida amiga Odete Madeira, e neste momento tão doloroso para a sua família não poderíamos deixar de expressar a nossa sentida homenagem e recordar a sua forma carinhosa com que sempre nos tratava com um sorriso no rosto, sem dúvida uma amiga da qual sentiremos saudades.
Estamos tristes pela falta que nos faz, mas gratos a Deus por a termos conhecido e privado com a sua amizade.
Que descanse em paz.


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 28 Março , 2014, 00:52

 

 

 

Crónica do Marmeleira 2 Vilacovense 0

 

O jogo antevia-se difícil. Para a equipa da casa só a vitória servia, enquanto o Vilacovense para se qualificar para a fase seguinte só necessitaria de um empate. E a sorte do jogo poderia ser diferente se o árbitro tivesse assinalado uma penalidade, quando o marcador ainda estava em branco. Uma penalidade evidente, quando o guarda-redes da equipa adversária agrediu um jogador nosso, dentro da grande área e com a bola em jogo. Agressão que mereceria, inclusivamente, a respetiva sanção com expulsão. Não entendeu assim o árbitro e esse lance acabou por prejudicar a nossa equipa que acabou por sofrer dois golos, resultado que não espelha na realidade o que se passou dentro das quatro linhas. A aposta agora vai toda para o dia 11, data em que o Vilacovense se apresentará no Estádio Sérgio Conceição, para disputar a final da Taça Inatel/Coimbra.

  

Constituição da equipa no jogo com o Marmeleira:

 

Guarda-redes: Bruno Oliveira

Defesas: Joel Leal, António Cruz, Luís Quaresma e Tó-Zé;

Médios: Jorge Reis, Ricardo Santos, Sérgio Fonseca, Renato e Jorge Sousa;

Avançado: Paulo Oliveira

 

substituições:

 

Aos 40 minutos entrou Paulo Ricardo e saiu Tó-Zé;

aos 55 minutos entrou Luís Costa e saiu Luís Quaresma

Aos 75 minutos entrou Fábio Santos e saiu Ricardo Santos

 

Treinador: Rui Mota

 

Delegado: José Santos

Massagista: Fernando Figueiredo

 

 

 

Nuno Espinal/Fábio Leitão


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 27 Março , 2014, 12:52

É com a maior trizteza que participamos o falecimento, ocorrido hoje, às 9 horas e trinta minutos, da Srª Dª Odete Mendes Madeira, viúva do saudoso Vilacovense, Sr. Virgílio Mendes Madeira. A Srª Dª Odete Madeira, que contava 88 anos de idade, residia em Lisboa na companhia das filhas, Drªs. Margarida e Manuela Mendes Madeira. O seu estado de saúde há muito que inspirava cuidados, tendo-se agravado nos últimos dias.

Apresentamos à família as nossas mais profundas condolências.


publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 25 Março , 2014, 21:12

Proprietária de uma casa, conjuntamente com os sobrinhos, no Alto de Bairro de S. Sebastião, que frequentava anualmente no período de férias, a Dr.ª Maria Gabriela da Luz Telmo, por razões de saúde, deixou de vir, já lá vão alguns anos, a Vila Cova. Após a morte dos pais, Sr. António da Luz Telmo e Sr.ª D.ª Adelaide da Luz Telmo (grandes amigos de Vila Cova), a Dr.ª Gabriela Telmo, hoje com 73 anos de idade, conhecida por Mimi entre familiares e amigos mais chegados, viu agravado o seu problema de saúde e foi ainda tocada, mais recentemente, pela doença de Parkinson, que lhe foi dificultando os movimentos de membros superiores e inferiores, ao ponto de ter sido forçado o seu internamento num Lar.

Por razões de proximidade com Vila Cova, foi internada no Lar Novo do Centro Paroquial de Coja, aonde se encontra desde Setembro do ano passado.   

Há poucos dias, por um problema que lhe afetou a vista esquerda, foi submetida a uma intervenção cirúrgica no Centro Hospitalar da Universidade de Coimbra, onde permaneceu alguns dias, tendo-lhe sido dada alta na passada segunda-feira e regressado ao Lar, em Coja.

Desejamos-lhe as melhoras e manifestamos-lhe a nossa mais sentida solidariedade.

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 24 Março , 2014, 20:59

 

 

Já não falta assim tanto para a data (17 de Maio) do nosso “VII Encontro”. Pouco mais de um mês e meio. Por isso mesmo, é altura de começarmos a ter a ideia aproximada do número de inscrições para o nosso almoço. Solicitamos, por isso, a todos os da Malta que se inscrevam quanto antes, devendo contactar:

Ou Nuno Espinal (Coimbra): 927546409;

Ou Zé Artur Leitão: (Lisboa) 934260273.

Entretanto, já está concretizado o nosso Cartaz do VII Encontro. O seu autor foi uma vez mais o Henrique Gabriel. Alusões, implícitas, ao que eram as grandes referências dos anos em que, como jovens, nos encontrávamos nas férias grandes em Vila Cova: A música, muito dimensionada então pelos Beatles, a Natureza  (Vila Cova era incontornável na sua personificação) e a famosa mensagem do “make love, not war).

Será que, passados 50 anos a simbologia do cartaz não é mais do que um mero memorial desses tempos? Não o creio. Os Beatles e a música dos anos 60 continuam nas nossas predileções, a Natureza continua a ser uma devoção e a famosa mensagem do “make love…” nunca deixámos de a seguir como lema e… como prática.  

E já agora até vos digo: Se querem ter a retoma do espírito e ambiente desses tempos não hesitem. Venham ao VII Encontro. Música, natureza inspiradora e fatalmente… a prática acontecerá!  

 

Nuno Espinal


publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 23 Março , 2014, 19:00

E pronto! Estão frustadas as esperanças que ainda existiam para que o Vilacovense conseguisse o apuramento para a fase seguinte do Inatel-Coimbra. Bastava o empate hoje. Um pouquinho de sorte, a que faltou noutros jogos, e hoje nem o empate seria necessário. Paciência! Não foi possível. Mas, a campanha deste Vilacovense merece o maior aplauso de toda a sua comunidade adepta. Agora, resta a final da Taça. Grande momento que o Vilacovense vai viver. E a esperança está em todos nós.

Mais uma vez, parabéns a jogadores e técnico. Parabéns também à direção e demais elemnetos da equipa técnica. E muita força para o dia 11 de Abril em Taveiro, no Sérgio Conceição.    


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 21 Março , 2014, 23:32

 

A celebração religiosa da Páscoa terá este ano em Vila Cova uma outra dimensão. Para além da cerimónia da bênção dos Ramos, que por tradição ocorre no átrio da Igreja do Convento seguida de Procissão, a Sexta Feira de Paixão será celebrada com a Procissão (noturna) da Senhora da Soledade, invocativa da dor sentida pela morte de Cristo, do luto e da solidão no sofrimento. Esta Procissão terá o percurso habitual das procissões, com saída da Matriz e trajeto por ruas e estrada da vila.      

No Domingo de Páscoa, após a Missa, haverá uma Procissão, de celebração festiva pela Ressurreição de Cristo, que circundará a Igreja Matriz.   

As cerimónias religiosas serão presididas pelo Sr. Padre Rodolfo Leite.  

 

N.E.


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 19 Março , 2014, 22:46


comentários recentes
Parabéns Vila Cova do Alva e toda a sua gente.Um g...
eu gostaria muito de estar a ai para ajudar porque...
Também digo em relação à minha terra - "Torroselo...
parabens para a dona natalia e muitos anos de vida
Os meus sentimentos a familia gostava muito desta ...
Já agora que pintem a fachada da igreja...serviço ...
Parabéns, D. Albertina, pelos seus 95 anos e desej...
parabens e muitos anos de vida gosto muito de si
parabéns dª Albertina muito anos de vida pela fren...
Março 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
13
15

20
22

26
29



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds