Clique para Ouvir
publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 30 Novembro , 2008, 22:39

 

Memórias
 
Lá ao fundo
Da Estrela, manto branco imenso
Aquece de sagradas saudades a memória…
A lareira exala incenso
E sombras que são gente
Neste imaginário escandecente.
 
 
Nuno Espinal (Vila Cova, 30 de Novembro de 2008)

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 30 Novembro , 2008, 21:48

Mais uma vitória do Vilacovense, ainda que obtida pelo número mínimo, o que evidencia que o jogo com a equipa de Seixo da Beira se revestiu de muitas dificuldades.

O terreno muito pesado, devido à chuva que tem caído nos últimos dias, não foi contemporizador com o futebol "mais corrido" dos corvachos.

 

(crónica do jogo mais tarde)

 

 

Nuno Espinal/Fábio Leitão


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sábado, 29 Novembro , 2008, 20:41

 

Publicamos o notícia, retirada do Diário das Beiras e assinada por Dora Loureiro, com o titulo “VAGA DE ASSALTOS A IGREJAS DEIXA RASTO DE PREJUÍZOS EM VILA COVA”.
 
 
Duas capelas e a Igreja Matriz de Vila Cova, concelho de Arganil, foram assaltadas na mesma noite. Os larápios, ao que tudo indica, procuraram dinheiro e outros valores, como objectos de ouro, mas acabaram por partir quase de mãos vazias, deixando para trás várias portas arrombadas e outros prejuízos.
Os assaltos aos três locais de culto - Igreja Matriz de Vila Cova de Alva, Ermida de S. João do Alqueidão, e Capela de Casal de S. João – ocorreram durante a noite de quarta para quinta-feira e foram descobertos ontem de manhã.
No caso da Igreja Matriz, localizada dentro da povoação, os assaltantes conseguiram arrancar parte de uma porta lateral, por onde entraram. Antes, contudo, tentaram arrombar outras portas, que acabaram por ficar danificadas. Já no interior da Igreja, violaram três sacrários, mas, aparentemente, “não furtaram nada porque não havia nem dinheiro nem ouro” referiu ao DIÁRIO DAS BEIRAS Mário Marques, tesoureiro da Fábrica da Igreja.
De resto, segundo Mário Marques, há muito que, por precaução, não são deixados valores na Igreja. “E quando levamos ouro para a Igreja, por exemplo na altura das procissões, é retirado no mesmo dia”, explica o tesoureiro.
Na Ermida de S. João do Alqueidão, localizada num local mais isolado, os assaltantes arrombaram a porta, que ficou bastante danificada. Depois entraram na Capela, remexeram em algumas coisas, provavelmente procurando dinheiro, que não conseguiram encontrar.
De acordo com Celeste Cruz, responsável pela limpeza e arranjo da capela, os larápios terão levado apenas um serrote, uma tesoura de poda e umas luvas, que ali estavam guardadas porque eram utilizadas na apanha da azeitona.
Da Capela de Casal de S. João, que se situa também dentro da localidade, os assaltantes conseguiram levar algum dinheiro, cerca de 50 euros, provenientes de esmolas.
Na zona de Vila Cova ninguém desconfia quem sejam os autores dos assaltos, mas a verdade é que, para além destas, diversas Igrejas foram assaltadas nos últimos tempos no concelho de Arganil. É o caso da Igreja da freguesia de Benfeita e da Igreja de Mont’Alto. Nesta última, os assaltantes roubaram algum dinheiro de uma caixa de esmolas que tinham conseguido abrir, para além de muitos outros prejuízos.
Ontem, elementos da GNR de Arganil e da Polícia Judiciária deslocaram-se às Igrejas assaltadas, procurando indícios que levem à detenção dos assaltantes.
 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sábado, 29 Novembro , 2008, 00:22

 

 

O Vilacovense recebe no Domingo a equipa do Vasco da Gama de Seixo da Beira e, apesar de algum favoritismo, não deixa de ter uma tarefa complicada. De facto, o Vasco da Gama, que nas seis jornadas disputadas conta apenas com uma derrota, tem um ataque muito realizador, somando 16 golos, tantos quantos os que o Vilacovense já obteve. A defesa parece ser o sector mais vulnerável dos de Seixo, tendo sofrido já treze golos, mais 10 dos sofridos pela equipa de Vila Cova.  
Claro que o factor casa tem um peso que deve também ser ponderado, pelo que tudo se perspectiva para que o Vilacovense, com o habitual apoio dos seus adeptos, se mantenha na senda das vitórias.
 
Nuno Espinal
 
(Obs: No Campeonato do Inatel as vitórias valem 0 pontos, os empates 2 pontos e as derrotas 3 pontos.)

publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 28 Novembro , 2008, 20:43

 

Aconteceu ontem à noite em Vinhó. Houve quem supusesse que se tratava de foguetes. No entanto, os de melhor ouvido perceberam logo que o troar era de tiros. A noite impedia tirar grandes conclusões, porque a população estava toda aconchegada nas suas casas, recusando o frio da rua. Ainda assim ainda houve quem da janela visse, acto imediato aos tiros, um carro em presumível fuga, a grande velocidade. De manhã pelo menos um projéctil foi encontrado e posto nas mãos da GNR, que entretanto tomou conta da ocorrência.
Tiros dados por mera diversão ou por intimidação a alguém?
 
 
Manuela Antunes
Foto: Hugo Lopes
 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 27 Novembro , 2008, 20:22

 

Quem deu por ela foi o Eng. Alexandre Cruz, quando de manhã, com a esposa, se preparava para as lides da apanha da azeitona, no local do Alqueidão: a Capela de S. João tinha a porta arrombada e logo desconfiou que tinha sido alvo de larápios. E de facto assim foi. Levaram a caixa das esmolas, que se estima que teria cerca de uns tinta Euros. Mas, a gatunagem, na noite de ontem, não se ficou por aqui, já que a Igreja Matriz de Vila Cova também foi assaltada. Arrombaram a porta lateral (sul), entraram e ainda abriram o sacrário, mas daqui acabaram por nada levar.
Entretanto, cerca das 10.00 horas da noite quando os militares da GNR faziam a habitual ronda e passavam por Casal de S. João encontraram a porta da Capela daquela localidade assaltada.
Os larápios arrombaram a porta principal e levaram o dinheiro  da caixa de esmolas. Com o dinheiro roubado e a porta danificada estima-se um prejuízo a rondar os 100.00 euros. Recorde-se que esta Capela já há um ano tinha sido assaltada.
Viemos entretanto a saber que também a Igreja da Benfeita foi assaltada a noite passada.
Os casos estão entregues á GNR de Arganil.
 
Carla Marques e António Tavares
 
 
 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 26 Novembro , 2008, 23:42

 

O apontamento foi publicado no “Metro”, de 21 de Novembro, um jornal diário que é distribuído gratuitamente nas grandes cidades. E sugere a prática de canoagem no Alva, na zona de Vila Cova.
 
Diz o seguinte:
 
CANOAGEM
Vila Cova do Alva
 
ACTIVIDADE Amanhã é um bom dia para fazer canoagem numa zona do rio Alva com diferentes formatos. Não tem sectores técnicos, mas exige condição física, porque o contacto com a água é inevitável. Requer a experiência em canoagem.
 
Sugere ainda a notícia uma ida ao site www.transserrano.com para mais informações.”
 
A notícia provoca um misto de contentamento e de tristeza.
Contentamento e, claro, orgulho por vermos o nome de Vila Cova estampado, ainda que em breve apontamento, num jornal que tem uma tiragem que o leva a ser lido por muitos milhares de pessoas.
Tristeza e até revolta por nos despertar para a falta de iniciativa, que desde sempre tem caracterizado os responsáveis autárquicos, por não terem sabido aproveitar potencialidades turísticas que o nosso rio possui, na zona do vale do alva.
 
 
(Um obrigado ao António Gabriel de Almeida por nos ter enviado este recorte do jornal)
 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 26 Novembro , 2008, 02:10

 

Um grande jogo de futebol, jamais visto no INATEL, muito disputado do primeiro ao último minuto de parte a parte na presença de uma grande assistência de adeptos de Lourosa e do Vilacovense.
 
Jogo verdadeiramente empolgante!
 
Desta vez o Vilacovense tinha a noção da importância da vitória já que no caso de derrota com o Lourosa seria esta equipa que passaria para o primeiro lugar.
Além disso o Vila Cova vinha de um empate injusto e amargo que travou a onda de jogos vitoriosos tendo em conta todas as suas capacidades.
Mas a equipa do Vilacovense correspondeu às expectativas, regressando às vitórias, apesar de jogar com uma das melhores equipas do seu grupo e em casa do adversário.
É verdade que o jogo foi muito bem disputado e dividido, com maior incidência atacante da equipa visitante que acabou por ganhar o jogo com todo o mérito, embora o empate também não deixasse de ser um resultado justo.
O Vilacovense encontra-se neste momento destacado no primeiro lugar e com alguma vantagem m relação aos seus competidores mais directos.
Devemos também realçar que o G. D. de Vila Cova de Alva tem tido um público (composto por sócios e simpatizantes) muito activos e participantes, acompanhando e ajudando o seu clube nesta caminhada vitoriosa.
Parabéns a todos!
 
 
Ficha do jogo:
 
Equipa inicial:
Paulo (guarda-redes), Kikas (Fábio I, 85 m), Brito, Cruz, Fábio Gaspar, (defesas), Filipe, Bruno, Marco Paulo (Hugo Ferreira, 80 m), Wilson (Sérgio, 70 m) (médios), Mota (Paulito, 45 m) e Marquito (atacantes)
Suplentes: Fábio Santos, David, Hugo Ferreira, Nando, Antunes, Bruno Santos e Paulito
Treinador/Jogador: Madeira.
 
Directores presentes: José Pereira Nobre, Carlos Antunes, Tó Garcia e  Luís Manuel.
 
1ª Parte
 
Resultado 1 – 1, muito equilibrada,
Golos: Vilacovense aos 7 minutos por Filipe e Lourosa aos 10 minutos
 
2.ª Parte
Foi no segundo período que surgiu a vitória aos 68 minutos com um grande golo de Marquito que driblou o guarda-redes e marcou o segundo golo numa jogada bem delineada e com grande velocidade.
 
Cartão Amarelo a um único jogador do Vila Cova de Alva, Kikas e três a jogadores do Lourosa
- Arbitragem com algumas erros mas para ambos lados e sem influencia no resultado.
 
 
José Nobre
 
 

publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 24 Novembro , 2008, 23:42

 

COMUNICADO
 
 
 
Vai esta Santa Casa realizar no próximo dia 6, pelas 13 horas, um almoço de confraternização, no qual reunirá os seus utentes do Centro de Dia e Apoio Domiciliário, população da localidade, representantes de Instituições da Freguesia e personalidades do Concelho e Distrito.
Pretende, esta Santa Casa, com este convívio reafirmar-se como um garante da difusão da solidariedade e de apoio a todos aqueles que aos seus préstimos recorram, cumprindo deste modo a missão a que desde sempre se propôs.
Daí que nos dirijamos à população de Vila Cova de Alva, imprescindível para o excelente ambiente que almejamos, convidando-a a estar presente neste encontro.
Da ementa consta um promissor “cozido à portuguesa”, e o preço é bem convidativo: 7,5 Euros.
Inscreva-se na Secretaria do Centro de Dia. 

 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 23 Novembro , 2008, 23:53

Vitória incontestada do Vilacovense, no campo do Lourosa, a confirmar categoricamente o 1º lugar da classificação.

Crónica do jogo mais tarde.


comentários recentes
Parabéns Vila Cova do Alva e toda a sua gente.Um g...
eu gostaria muito de estar a ai para ajudar porque...
Também digo em relação à minha terra - "Torroselo...
parabens para a dona natalia e muitos anos de vida
Os meus sentimentos a familia gostava muito desta ...
Já agora que pintem a fachada da igreja...serviço ...
Parabéns, D. Albertina, pelos seus 95 anos e desej...
parabens e muitos anos de vida gosto muito de si
parabéns dª Albertina muito anos de vida pela fren...
Novembro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9

18

25



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds