Clique para Ouvir
publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 31 Agosto , 2007, 18:18

 

 

A hora da "Festa" aproxima-se.

A tijelada e arroz doce já estão prontos, obra das trabalhadoras da Santa Casa, com decoração da Drª Margarida Figueiredo.

O "porco" já está no espeto, sob a supervisão do "Talho Manel", da Póvoa das Quartas.

O conjunto musical "Nuno Filipe", de Santa Comba Dão já está a montar o seu material.

A azáfama é grande e a "Festa" promete animação.

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 31 Agosto , 2007, 10:48
O ensaio conjunto da Flor do Alva e da Banda Filarmónica de S. Lourenço, a que assistiram muitos vilacovenses, deixou desde já perceber que o concerto marcado para hoje, no recinto da Santa Casa, vai ter razões de sobra para suscitar o interesse de muitos espectadores.
 
Entretanto, a comitiva da Camacha viajou hoje até à Estrela, onde permaneceu grande parte do dia e se deleitou perante os motivos de interesse que a Serra oferece.
 
Hoje, antes do concerto da noite, os madeirenses irão visitar o Piódão e outros pontos de relevância turística da região.
 
É de realçar a empatia que tem sido criada entre os jovens da Madeira e a população vilacovense, tendo Vila Cova ganho, nestes dias, outra alegria e animação.
 
 
 
 
 
 
Nuno Espinal

publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 30 Agosto , 2007, 15:34

 Pois é, são mesmo 101 anos.

É nosso utente do Apoio Domiciliário, vive na Digueifel e é dia do seu aniversário.

Chama-se António Fernandes.

Muitos e Muitos Parabéns.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 30 Agosto , 2007, 10:31

 

Se necessidade houvesse de testar a adesão da população vilacovenses na recepção aos madeirenses, a resposta teria sido eclarecedoramente dada, ontem, no encontro dos músicos das duas Bandas filarmónicas.
De facto, o povo de Vila Cova compareceu em peso no cerimonial projectado de boas vindas aos madeirenses e que resultou em momentos simples, mas cheios de significado, ficando demonstrada a hospitalidade dos vilacovenses e, uma vez mais, o seu incondicional apoio à Flor do Alva.
A Filarmónica de Vila Cova, acompanhada por muito povo, saiu das “tílias” cerca das 19 horas e, em toque de marcha, estrada abaixo, dirigiu-se ao local da “Casa da Dª Amélia” onde era aguardada pelos dirigentes e músicos da Banda de S. Lourenço da Camacha.
Após uma breve saudação dita pelo Professor Rui Quaresma, a Flor do Alva, seguida pela comitiva da Camacha e por todo o povo, retornou ao toque de uma marcha e em cortejo percorreu a estrada até à curva do “Outeiro” retornando à Casa do Povo.
O povo nunca despegou de acompanhar Flor do Alva e sublinhou com os maiores aplausos a presença dos madeirenses em Vila Cova.
 
 
 
 
Nuno Espinal

publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 29 Agosto , 2007, 15:27

 

 

Os elementos que compõem a comitiva da Banda Paroquial de S. Lourenço da Camacha já se encontram em Vila Cova.

Chegaram, num autocarro da empresa “Joaquim Martins da Fonseca”, conduzido pelo próprio Presidente da Direcção da Flor do Alva, Sr. José Raimundo, cerca das 13 horas.

Recebidos com a maior afabilidade por muitos vilacovenses, que os aguardavam na zona do “barranco”, foram encaminhados para as instalações da Casa do Povo onde almoçaram.

Numa curta cerimónia de boas vindas, logo após o almoço, o Presidente da Junta de Freguesia, Sr. Alfredo Lourenço, referiu o significado e importância da presença da Banda de S. Lourenço, em Vila Cova.

Também o Provedor da Santa Casa, Dr. Nuno Espinal, destacou a sua surpresa pela juventude da Banda Madeirense, enaltecendo a importância das bandas filarmónicas na formação musical de muitos portugueses.

O Presidente da Direcção da Filarmónica de S. Lourenço, Dr. Vitor Teixeira, manifestou o seu encantamento pela beleza de Vila Cova, beleza que logo captou numa primeira abordagem, e agradeceu a recepção da comunidade vilacovense.

Por fim, o Sr. José Raimundo, Presidente da Direcção da Flor do Alva, realçou o seu empenhamento e o de todos os elementos que integram a Banda Filarmónica de Vila Cova, em proporcionar aos madeirenses uma estadia de amizade e prazer. Agradeceu ainda o apoio que recebeu da Junta de Freguesia e da Santa Casa de Misericórdia.

 

 

Carla Marques

 

 

 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 28 Agosto , 2007, 16:59

 

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE VILA COVA DE ALVA

 

AOS VILACOVENSES

 

Em colaboração com a Filarmónica Flor do Alva e em apoio ao intercâmbio formalizado entre aquela Filarmónica e a Banda Paroquial Filarmónica de S. Lourenço da Camacha, a Santa Casa da Misericórdia organiza no seu terreno, contíguo ao Centro de Dia, uma noite cultural, dia 31, que integra no seu programa concertos pelas duas Bandas Filarmónicas e outros motivos de natureza lúdica.

O programa contempla ainda, a partir das 19:00 horas, uma parte gastronómica cujo principal motivo de interesse é um “porco no espeto”.

O preço por pessoa é de 7,50 €, devendo os interessados dirigir-se á Secretaria da Santa Casa a fim de formalizarem as inscrições.

    

28/08/2007                                                

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 28 Agosto , 2007, 16:51

Boas amizades nasciam nas férias de Verão em Vila Cova. Depois, quase sempre em Lisboa e já férias passadas, proporcionavam-se encontros e acontecia festa.

A foto, de 1981, regista um desses encontros, no Solar da Hermínia.

Dos então presentes, os ainda hoje (uns mais, outros menos) ligados a Vila Cova são:

 

Na mesa em sentido vertical, do lado direito: Manuel António da Fonseca, Alfredo Sousa, e Drª Margarida Madeira. Do lado esquerdo: Lídia Fonseca e Drª Manuela Madeira.

 

Ao fundo: José Pedro Leitão, Drª Suzete Espinal, Drª Margarida Simões e Drª Margarida Figueiredo.

 

De costas: Dr. Jorge Quadros e eu próprio.

 

Nessa noite Hermínia Silva, a grande Hermínia Silva, (tia da Guida Figueiredo) dedicou-nos um fado.

 

“Tenho aqui hoje uma sobrinha e amigos seus. Costumam passar férias numa aldeia linda, já perto da Serra da Estrela, de nome Vila Cova de Alva. É a todos eles que dedico este fado.”

 

Não me recordo do nome do fado. Mas do que me lembro é de como cresceu o meu ego. E presumo de que o dos outros também. E para mais, ela, a grande Hermínia, falar ali de Vila Cova!...

 

 

 

Nuno Espinal


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 27 Agosto , 2007, 19:59

 

As “Tílias” são um local de encontro…e quantas vezes de afectos.
“Estás cá?, Dá cá um grande abraço.”
 
Há dias fui tocado pela surpresa.
Ao longe tinha reconhecido a Fernanda Caetano e o marido, o António Cardoso, que se aproximavam. Mas quem é que os acompanhava?
 
-O quê? Pode lá ser!
-É ela sim, diziam-me.
-A Amélia Caetano? A Mélita?
 
E era mesmo. Mais de quarenta anos passados!
 
Foi uma festa. Abraços, beijos…os tais afectos das “Tílias”.
 
 
Nuno Espinal

publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 27 Agosto , 2007, 19:29

 

Uma presença que, com alguma regularidade, é visita de Vila Cova. O casal Drs. Gentil e Luísa Duarte. A Drª Luísa Duarte é filha dos Srs. José e Dª Júlia Lourenço.
E como quem corre por gosto não cansa, uma ida a  Vila Cova não é mais do que um pulinho. Visitam a família e… claro, Vila Cova vale sempre a pena.
 

publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 26 Agosto , 2007, 10:06

 

O abafado calor de ontem fê-los suar as estopinhas. Eram todos homens da música, uns dez ou mais. E entre tractores, instrumentos adequados e poeira, muita poeira, trabalharam com afinco para o desbaste dos silvedos e matagal que entulhavam o terreno. Os da Junta já antes lá haviam estado. E todos concretizaram o planeado. O terreno, logo a seguir à ponte, na margem direita do rio, ficou limpo. Tal e qual como em antanho, quando aí mulheres lavavam e coravam a roupa.
O espaço, propriedade da casa do Convento, vai ser assento do piquenique do dia 1.
Tudo se conjuga para que os da Camacha sejam bens recebidos. Empenhamento, e muito, pelo menos não falta. Todos têm trabalhado. Entusiasmo a valer . Até parece à moda antiga…
 
 
 
Nuno Espinal

comentários recentes
Parabéns Vila Cova do Alva e toda a sua gente.Um g...
eu gostaria muito de estar a ai para ajudar porque...
Também digo em relação à minha terra - "Torroselo...
parabens para a dona natalia e muitos anos de vida
Os meus sentimentos a familia gostava muito desta ...
Já agora que pintem a fachada da igreja...serviço ...
Parabéns, D. Albertina, pelos seus 95 anos e desej...
parabens e muitos anos de vida gosto muito de si
parabéns dª Albertina muito anos de vida pela fren...
Agosto 2007
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9

14
17




pesquisar neste blog
 
subscrever feeds